Mercado de PC terá quebra de 7,3% em 2016, estima a IDC

As expedições globais de computadores pessoais (PC) pelos fabricantes destas máquinas deverão registar um declínio de 7,3% em 2016, segundo estimativas da IDC divulgadas nesta quinta-feira.


De acordo com o 'PC Tracker' trimestral da International Data Corporation (IDC), especialista de intelligence neste setor e noutros, o mercado de PC (incluíndo notebooks, portáteis e PC de mesa) deverá contabilizar um volume (expedido) de 255,6 milhões de unidades em 2016.
De acordo com o relatório, a variação no primeiro trimestre situou a quebra em 12,5%, um declínio mais forte do que os 11,3% antecipados pela IDC.


As projeções da empresa apontam para um declínio estimado de 0,5% no horizonte a cinco anos (até 2020).