Earn up to
$50000
for inviting friends
to get StartUp Bonus
from InstaForex
No investments required!
Comece a negociar sem
investimentos e riscos
COM O NOVO BÔNUS
STARTUP 1000$
Receba o bônus
55%
da InstaForex
em todos os depósitos
+ Responder ao Tópico
Página 11 de 11 FirstFirst ... 91011
Results 101 to 110 of 110

Thread: Presidente Trump 2017 - 2021

  1. #101
    Senior Member
    Data de Registro
    Oct 2012
    Location
    Lusitânia
    Postagens
    57,224
    imagens capturadas
    9 (mais detalhes)
    Accumulated bonus
    11877.19 USD
    Obrigado
    111
    Agradeceu 203 vezes em 163Postagens


    Ex-intermediário de projeto de Trump no Panamá é investigado por autoridades no Brasil


    AMERICANA (Reuters) - Procuradores federais brasileiros investigam criminalmente por suposta lavagem de dinheiro um homem no centro de uma investigação feita pela Reuters sobre o primeiro projeto de hotel internacional do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.


    A Reuters revisou mais de 350 páginas de uma investigação selada da Polícia Federal sobre Alexandre Ventura Nogueira, que passou dois anos no Brasil após fugir do Panamá em 2012. O inquérito não tinha sido divulgado previamente. Nogueira foi essencial na venda de diversas unidades do Trump Ocean Club International Hotel and Tower, na Cidade do Panamá, segundo uma investigação da Reuters e da NBC News.


    “O MPF em São Paulo investiga desde 2013 Alexandre Henrique Ventura Nogueira pela prática de crimes financeiros e lavagem de dinheiro, que podem estar ocorrendo por meio de seus negócios no Brasil”, informou o Ministério Público Federal em comunicado.


    A investigação desacelerou após Nogueira deixar o Brasil em outubro de 2014, mas a procuradoria acrescentou no comunicado: “O caso continua em aberto e as autoridades brasileiras têm ciência das atividades suspeitas realizadas pelo investigado em outros países e espera contribuir na localização de seu paradeiro”.
    As opiniões pessoais do autor não representam recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Portanto o autor isenta-se de qualquer responsabilidade com referência a ganhos ou perdas obtidas no mercado financeiro, baseadas ou não nas informações aqui fornecidas. O autor responsável pela elaboração deste conteúdo não responde pela veracidade ou qualidade das informações aqui contidas.

    Sucesso e bons negócios!

  2. <a href="http://www.mt5.com/">Форекс портал</a>
  3. #102
    Senior Member
    Data de Registro
    Oct 2012
    Location
    Lusitânia
    Postagens
    57,224
    imagens capturadas
    9 (mais detalhes)
    Accumulated bonus
    11877.19 USD
    Obrigado
    111
    Agradeceu 203 vezes em 163Postagens



    Trump começa a pagar próprias despesas legais de investigação sobre Rússia, dizem advogados

    WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, começou a pagar suas próprias despesas legais relacionadas à investigação sobre a Rússia e não irá mais usar doações políticas para sua campanha de reeleição ou destinadas ao Partido Republicano para cobrir os custos, confirmaram seus advogados.


    O advogado de defesa de Trump, John Dowd, disse que após pagamentos feitos pelo Comitê Nacional Republicano (RNC, na sigla em inglês), o presidente começou a pagar as despesas e agora quer estar “quite” com o partido.


    Os gastos cobrem os advogados pessoais de Trump trabalhando acerca da investigação do conselheiro especial Robert Mueller sobre possível conluio entre a campanha de Trump e a Rússia na eleição do ano passado, e se Trump pode ter obstruído a justiça ao demitir o então diretor do FBI, James Comey, entre outras ações.


    Moscou nega envolvimento na eleição dos EUA e Trump tem negado qualquer conluio ou obstrução.
    As opiniões pessoais do autor não representam recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Portanto o autor isenta-se de qualquer responsabilidade com referência a ganhos ou perdas obtidas no mercado financeiro, baseadas ou não nas informações aqui fornecidas. O autor responsável pela elaboração deste conteúdo não responde pela veracidade ou qualidade das informações aqui contidas.

    Sucesso e bons negócios!

  4. #103
    Senior Member
    Data de Registro
    Dec 2012
    Location
    Portugal
    Postagens
    75,321
    imagens capturadas
    17 (mais detalhes)
    Accumulated bonus
    14742.39 USD
    Obrigado
    117
    Agradeceu 187 vezes em 134Postagens



    Comandante nuclear dos EUA afirma que resistiria a ordem "ilegal" de ataque de Trump


    WASHINGTON (Reuters) - O principal comandante nuclear dos Estados Unidos disse no sábado que resistiria ao presidente Donald Trump caso recebesse ordens para um lançamento "ilegal" de armas nucleares.

    O general da Força Aérea John Hyten, comandante do Comando Estratégico dos EUA (Stratcom), disse em audiência no Fórum Internacional de Segurança de Halifax, em Nova Escócia, no Canadá, que já pensou muito no que diria caso recebesse tal ordem.

    "Eu acho que algumas pessoas pensam que somos estúpidos", disse Hyten em resposta a uma pergunta sobre esse cenário. "Nós não somos pessoas estúpidas. Pensamos bem nessas coisas. Quando você tem essa responsabilidade, como você não pensa nisso?"

    Hyten, que é responsável por supervisionar o arsenal nuclear dos Estados Unidos, explicou o processo que se seguiria a tal comando.
    Como comandante da Stratcom, "eu dou conselhos para o presidente, ele vai me dizer o que fazer", disse ele em suas declarações, retransmitidas em um vídeo publicado na página do fórum no Facebook.

    "E se é ilegal, adivinhe o que vai acontecer? Vou dizer: 'Senhor Presidente, isso é ilegal'. E adivinhe o que ele vai fazer? Ele vai dizer: 'O que seria legal?' E vamos encontrar opções, de uma série de competências para responder a qualquer que seja a situação, e é assim que funciona. Não é tão complicado. "
    O Pentágono não respondeu imediatamente a pedidos para que comentasse sobre as declarações de Hyten.
    Atenção!
    As previsões dos mercados financeiros são uma opinião particular do autor.
    As presentes análise não é um guia para o comércio.

  5. #104
    Senior Member
    Data de Registro
    Oct 2012
    Location
    Lusitânia
    Postagens
    57,224
    imagens capturadas
    9 (mais detalhes)
    Accumulated bonus
    11877.19 USD
    Obrigado
    111
    Agradeceu 203 vezes em 163Postagens




    Trump tem poderes legais para colocar interino no comando de agência de proteção ao consumidor, dizem autoridades


    WEST PALM BEACH, Estados Unidos (Reuters) - O presidente Donald Trump tem a autoridade legal de nomear um diretor temporário para o Escritório de Proteção Financeira ao Consumidor, uma agência que os republicanos consideram que se tornou poderosa demais, disseram agentes federais neste sábado.


    A liderança da agência regulatória independente foi colocada em questão na sexta-feira, quando seu diretor, Richard Cordray, um democrata, nomeou seu vice como substituto em exercício, até que o Senado confirme um novo diretor.


    Mas Trump nomeou o diretor de orçamento da Casa Branca, Mick Mulvaney, um crítico feroz da agência, para supervisionar temporariamente o Escritório de Proteção Financeira ao Consumidor (CFPB, na sigla em inglês), até que nomeie alguém para assumir o cargo - uma escolha que deve ser feita nas próximas semanas, disseram autoridades do governo em uma teleconferência com repórteres.


    O escolhido de Trump deve ser confirmado pelo Senado norte-americano, o que significa que Mulvaney - que estará no CFPB na segunda-feira - pode ser diretor interino por meses.


    "Nós não vemos qualquer razão para acreditar que acontecerá qualquer coisa fora do normal: nós acreditamos que ele chegará ao escritório na segunda-feira e começará a trabalhar", disse uma autoridade do governo, falando em condição de anonimato.
    As autoridades disseram que o movimento de Trump para nomear um diretor interino foi "rotineiro" e é apoiado por uma leitura simples do Ato de Reforma de Vagas Federais, de 1998.


    O Escritório de Aconselhamento Legal do Departamento de Justiça deu uma opinião informal sobre o assunto, e logo emitirá sua visão formal, disseram as autoridades.


    Cordray foi o primeiro diretor do CFPB, então esta é a primeira vez em que o plano de sucessão da agência foi testado.


    A agência foi criada pelo ex-presidente democrata BarackObama após a crise financeira e impôs multas elevadas a bancos, concessionárias de veículos, empresas que fazem financiamentos a estudantes e empresas de cartões de crédito por alegações de práticas de empréstimos predatórias.


    Os republicanos têm se queixado de que a agência é poderosa demais e falta supervisão do Congresso sobre suas operações. Os democratas, como a senadora Elizabeth Warren, de Massachusetts - que pressionou para a criação da agência - argumentam que o CFPB protege os norte-americanos de abusos financeiros.
    Trump têm pressionado para reduzir as regulamentações sobre as empresas, incluindo o setor financeiro.
    As opiniões pessoais do autor não representam recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Portanto o autor isenta-se de qualquer responsabilidade com referência a ganhos ou perdas obtidas no mercado financeiro, baseadas ou não nas informações aqui fornecidas. O autor responsável pela elaboração deste conteúdo não responde pela veracidade ou qualidade das informações aqui contidas.

    Sucesso e bons negócios!

  6. #105
    Senior Member
    Data de Registro
    Oct 2012
    Location
    Lusitânia
    Postagens
    57,224
    imagens capturadas
    9 (mais detalhes)
    Accumulated bonus
    11877.19 USD
    Obrigado
    111
    Agradeceu 203 vezes em 163Postagens




    Justiça dos EUA intima Deutsche Bank a apresentar documentos sobre Trump


    O Deutsche Bank foi intimado a apresentar documentos relacionados a suposta colusão entre funcionários russos e o comitê de campanha do então candidato republicano Donald Trump nas eleições presidenciais dos Estados Unidos em 2016, informou nesta terça-feira à AFP uma fonte ligada ao caso.


    A fonte confirmou a intimação ao banco alemão pouco depois de a porta-voz da Casa Branca Sarah Sanders e do advogado Jay Sekulow negarem que o ato judicial envolva informações financeiras do presidente americano.


    De acordo com a fonte consultada pela AFP, a intimação foi enviada há semanas e se concentra nas relações entre o Banco e Trump.


    Em um e-mail à AFP, um porta-voz do Deutsche Bank destacou que o Banco "observa muito seriamente suas obrigações legais e está disposto a cooperar com as investigações autorizadas sobre esta questão".


    Na Casa Branca, Sanders declarou que as informações de que o procurador especial para o "caso russo", Robert Mueller, pediu informações financeiras sobre o presidente são "completamente falsas".


    De acordo com documentos públicos, o Deutsche Bank emprestou cerca de 300 milhões de dólares a empresas que fazem parte do conglomerado imobiliário Trump, agora dirigido por um dos filhos do presidente.


    Assim, o Deutsche Bank era um dos poucos bancos de Wall Street a manter negócios com Trump antes de sua eleição como presidente.


    Ao ser interrogada sobre o conteúdo dos documentos firmados por Mueller e enviados ao banco, a fonte consultada pela AFP apontou que se concentram precisamente em informações sobre as relações de negócios entre esta entidade e o presidente.
    As opiniões pessoais do autor não representam recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Portanto o autor isenta-se de qualquer responsabilidade com referência a ganhos ou perdas obtidas no mercado financeiro, baseadas ou não nas informações aqui fornecidas. O autor responsável pela elaboração deste conteúdo não responde pela veracidade ou qualidade das informações aqui contidas.

    Sucesso e bons negócios!

  7. #106
    Senior Member
    Data de Registro
    Dec 2012
    Location
    Portugal
    Postagens
    75,321
    imagens capturadas
    17 (mais detalhes)
    Accumulated bonus
    14742.39 USD
    Obrigado
    117
    Agradeceu 187 vezes em 134Postagens





    Após crítica de Trump, China diz que não vende petróleo ilegalmente à Coreia do Norte

    PEQUIM/WASHINGTON (Reuters) - A China negou nesta sexta-feira relatos de que tem vendido derivados de petróleo ilegalmente à Coreia do Norte, depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse não estar feliz por Pequim ter permitido que petróleo chegasse à nação isolada.


    Na véspera, Trump disse no Twitter que a China foi "flagrada" permitindo a entrada da commodity na Coreia do Norte, e que isso impedirá "uma solução amistosa" para a crise provocada pelo programa nuclear norte-coreano.


    "Tenho sido suave com a China porque para mim a única coisa mais importante do que o comércio é a guerra", disse Trump em uma entrevista ao jornal New York Times.


    Nesta semana o jornal sul-coreano Chosun Ilbo citou fontes do governo local que disseram que satélites espiões dos EUA detectaram navios chineses transferindo petróleo para embarcações norte-coreanas cerca de 30 vezes desde outubro.


    Autoridades dos EUA não confirmaram detalhes desta reportagem.


    A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês Hua Chunying disse a repórteres que notou reportagens recentes com insinuações de que um navio chinês é suspeito de ter transportado petróleo para uma embarcação da Coreia do Norte em 19 de outubro.


    "O lado chinês realizou uma investigação imediata. Na verdade, o navio em questão não atraca desde agosto em um porto chinês e não existe registro de que tenha entrado ou partido de um porto chinês", disse Hua.


    Ela afirmou não saber se a embarcação atracou em outros países, mas que as reportagens relevantes "não conferem com os fatos".


    Na entrevista ao New York Times, Trump ligou a política comercial de seu governo com a China explicitamente à percepção de uma cooperação de Pequim para resolver a crise nuclear norte-coreana.


    Washington diz que a cooperação plena da China, vizinha e principal parceira comercial da Coreia do Norte, é vital para o sucesso da iniciativa, alertando por outro lado que todas as opções estão sendo cogitadas, inclusive as militares, para se lidar com o regime.


    Pequim vem repetindo que está aplicando totalmente as resoluções contra a Coreia do Norte, apesar de Washington, Seul e Tóquio desconfiarem de que ainda existem brechas.


    Nesta sexta-feira a Coreia do Sul disse ter apreendido um navio com bandeira de Hong Kong suspeito de transferir petróleo para a Coreia do Norte, desafiando sanções.


    Uma autoridade de alto escalão da chancelaria sul-coreana disse que o navio foi apreendido quando chegou a um porto da Coreia do Sul no final de novembro.


    (Reportagem adicional de Hyonhee Shin e Josh Smith, em Seul, e Brenda Goh, em Xangai)
    Atenção!
    As previsões dos mercados financeiros são uma opinião particular do autor.
    As presentes análise não é um guia para o comércio.

  8. #107
    Senior Member
    Data de Registro
    Oct 2012
    Location
    Lusitânia
    Postagens
    57,224
    imagens capturadas
    9 (mais detalhes)
    Accumulated bonus
    11877.19 USD
    Obrigado
    111
    Agradeceu 203 vezes em 163Postagens








    Os números: Trumpnomics com impactos limitados


    Donald Trump termina o primeiro ano com a economia em alta, mas sem um consenso sobre quanto desse desempenho se deve às suas políticas.

    O bom desempenho bolsista parece indicar uma nota positiva dos investidores, mas contrasta com a desvalorização do dólar.
    As opiniões pessoais do autor não representam recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Portanto o autor isenta-se de qualquer responsabilidade com referência a ganhos ou perdas obtidas no mercado financeiro, baseadas ou não nas informações aqui fornecidas. O autor responsável pela elaboração deste conteúdo não responde pela veracidade ou qualidade das informações aqui contidas.

    Sucesso e bons negócios!

  9. #108
    Senior Member
    Data de Registro
    Dec 2012
    Location
    Portugal
    Postagens
    75,321
    imagens capturadas
    17 (mais detalhes)
    Accumulated bonus
    14742.39 USD
    Obrigado
    117
    Agradeceu 187 vezes em 134Postagens




    Trump anuncia tarifas sobre painéis solares e máquinas de lavar importadas


    As taxas anunciadas na véspera do encontro de Davos serão de 30% sobre os painéis solares e de 50% sobre as máquinas de lavar importadas.

    A China alega que as novas tarifas vão piorar as relações de comércio internacional.

    Donald Trump anunciou esta terça-feira uma tarifa de até 50% sobre painéis solares e máquinas de lavar importadas, naquele que está a ser considerado o primeiro grande passo proteccionista do presidente dos Estados Unidos.




    As taxas serão de 30% no caso do equipamento solar produzido fora dos Estados Unidos, baixando gradualmente nos anos seguintes para 15%, e de 50% sobre as máquinas de lavar importadas, de acordo com a informação divulgada pela Bloomberg, que cita fontes oficiais.


    O Governo português já reconheceu que a questão merece atenção.




    Um dos analistas citado pela agência de notícias desvaloriza a decisão, anunciada quando Trump se prepara para viajar para Davos. Os investidores "estão habituados ao bluff the Trump". E "desde que a situação não se transforme numa guerra comercial de grande escala, o impacto nos mercados será limitado", afirma Qiu Zhicheng.




    Para o economista-chefe da Bloomberg na Ásia, o anúncio feito na véspera de Davos é "surpreendente" mas ainda assim cai na categoria de "restrito". "A grande questão sobre tarifas americanas em 2018 é saber se as medidas vão ser restritas e dirigidas aa alguns sectores ou se vão ser suficientemente abrangentes para comprometer o crescimento global".




    A tarifa sobre máquinas de lavar é uma "grande perda" para os trabalhadores e consumidores americanos, reagiu a Samsung Electronics.




    O ministro do comércio sul-coreano, que considerou a decisão "excessiva" afirmou que o país vai entregar uma petição na Organização Mundial do Comércio fundamentada na imposição de direitos anti-dumping.




    A China – que além de ser o maior produtor de painéis solares exportou mais de 21 milhões de máquinas de lavar entre Janeiro e Novembro – considerou que as medidas vão afectar o ambiente de comércio mundial e apelou à moderação de Trump.




    Ainda assim, o resultado é considerado "melhor do que o esperado" pela maior produtora chinesa de painéis solares, a JunkoSolar. Os primeiros 2,5 gigawatts de células solares estão isentos de tarifas.
    Atenção!
    As previsões dos mercados financeiros são uma opinião particular do autor.
    As presentes análise não é um guia para o comércio.

  10. #109
    Senior Member
    Data de Registro
    Oct 2012
    Location
    Lusitânia
    Postagens
    57,224
    imagens capturadas
    9 (mais detalhes)
    Accumulated bonus
    11877.19 USD
    Obrigado
    111
    Agradeceu 203 vezes em 163Postagens


    Afinal, Trump quer dólar mais forte


    Já em Davos, o presidente dos Estados Unidos desdisse o secretário do Tesouro americano e defendeu que afinal quer um dólar mais forte e não mais fraco como ontem disse Steven Mnuchin. Efeito das palavras de Trump foi imediato, com o dólar a inverter nos mercados cambiais para negociar em alta.

    Donald Trump quer um dólar mais forte. "O dólar vai ficar mais forte e, em última instância, eu quero ver um dólar forte", afirmou esta quinta-feira, 25 de Janeiro, o presidente dos Estados Unidos numa entrevista concedida à CNBC à margem do Fórum Económico Mundial que decorre em Davos, na Suíça, e onde Trump discursará amanhã.





    Esta declaração aparentemente normal de Trump contraria, porém, as afirmações ontem feitas pelo secretário do Tesouro americano. Também em Davos, Steven Mnuchin disse ontem ser a favor de um dólar mais fraco, o que abriria novas oportunidades à economia americana, deixando no ar a possibilidade de Washington prosseguir políticas tendentes à depreciação da divisa norte-americana.





    Para Trump as declarações de Mnuchin foram mal interpretadas e retiradas do contesto em que foram feitas. Citado pela agência Reuters e sem se querer alongar numa discussão sobre câmbios, Trump acrescentou que o dólar "deve ser aquilo que é, deve basear-se na força do país". Como candidato à presidência americana, Trump chegou a acusar a China de promover uma guerra cambial para desvalorizar a divisa chinesa e assim favorecer as respectivas exportações, tendo então sinalizado que seria bom para as empresas americanas uma menor apreciação do dólar.
    As opiniões pessoais do autor não representam recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Portanto o autor isenta-se de qualquer responsabilidade com referência a ganhos ou perdas obtidas no mercado financeiro, baseadas ou não nas informações aqui fornecidas. O autor responsável pela elaboração deste conteúdo não responde pela veracidade ou qualidade das informações aqui contidas.

    Sucesso e bons negócios!

  11. <a href="">Форекс портал</a>
  12. #110
    Senior Member
    Data de Registro
    Dec 2012
    Location
    Portugal
    Postagens
    75,321
    imagens capturadas
    17 (mais detalhes)
    Accumulated bonus
    14742.39 USD
    Obrigado
    117
    Agradeceu 187 vezes em 134Postagens




    Trump diz que quedas de ações é "grande erro" em meio a economia forte


    WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que elogiou repetidas vezes os ganhos de Wall Street durante seu primeiro ano no cargo,
    afirmou nesta quarta-feira que os mercados acionários não deveriam estar caindo em meio às fortes notícias econômicas.



    "Nos velhos tempos, quando boas notícias eram informadas, o mercado de ações subiria.
    Hoje, quando se informam boas notícias, o mercado de ações cai.

    Grande erro, e temos tantas boas (ótimas) notícias sobre a economia!", escreveu Trump no Twitter.
    Atenção!
    As previsões dos mercados financeiros são uma opinião particular do autor.
    As presentes análise não é um guia para o comércio.

+ Responder ao Tópico

Permissões de postagens

  • You may not post new threads
  • You may not post replies
  • You may not post attachments
  • You may not edit your posts
Fórum Forex Brasil - Apresentação
Seja bem-vindo ao fórum que serve como um salão virtual para comunicação de traders de todos os níveis. Forex é um mercado financeiro em desenvolvimento dinâmico aberto 24 horas por dia. Qualquer pessoa pode ter acesso a este mercado através de uma empresa de corretagem. Neste fórum, você pode discutir as inúmeras vantagens da negociação no mercado de moeda e todos os aspectos da negociação on-line nas plataformas MetaTrader4 ou MetaTrader5.

Fórum Forex Brasil - Discussões de negociação
Cada participante do fórum pode se juntar a uma discussão de vários tópicos, incluindo aqueles relacionados ao Forex, mas não limitado. O fórum foi criado para compartilhar opiniões e informações úteis e está aberto tanto para profissionais como para iniciantes. A assistência mútua e a tolerância são altamente apreciadas. Se você deseja de compartilhar sua experiência com outras pessoas ou aprofundar seu conhecimento de negociações manuais, você é bem-vindo aos tópicos do fórum dedicados às discussões de negociações.

Fórum Forex Brasil - Diálogo entre brokers e traders (sobre brokers)
Para ter sucesso no Forex, é crucial escolher uma empresa de corretagem com prudência. Certifique-se de que o broker é realmente confiável! Assim, você será imune a muitos riscos e fará negociações rentáveis no Forex. No fórum, a classificação de brokers é representada; e baseada em comentários deixados por seus clientes. Publique sua opinião sobre o broker com a qual você trabalha, irá ajudar outros traders a evitarem erros e escolherem um bom broker.

Comunicação iniciada no Fórum Forex Brasil
Neste fórum, você pode falar sobre não apenas questões relacionada a negociação, mas outros tópicos que você gosta. Offtoping é permitido em um tópico especial também! Humor, filosofia, problemas sociais ou sabedoria prática - converse sobre qualquer coisa que você esteja interessado, incluindo a negociação forex, se você quiser!

Bônus por comunicação no Fórum Forex Brasil
Aqueles que postam mensagens no fórum podem receber bônus em dinheiro e usá-los para negociação em uma conta de um patrocinador do fórum. O fórum não é destinado a ganhar lucro; No entanto, os participantes do fórum podem receber estes pequenos bônus como uma compensação pelo tempo gasto no fórum e no compartilhamento de opiniões sobre o mercado da moeda e negociação.