Brazil Forex Forum

Forex Community Place

photo
Ganhe até
$50000
por convidar amigos
para receber o Bônus StartUp
da InstaForex
Não é necessário investimento!
Comece a negociar sem
investimentos e riscos
COM O NOVO BÔNUS
STARTUP 1000$
Receba o bônus
55%
da InstaForex
em todos os depósitos
+ Responder ao Tópico
Página 25 de 25 FirstFirst ... 15232425
Resultados de 241 a 242 de 242

Thread: Bitcoin - Noticias e Analises

  1. #241
    Senior Member
    Data de afiliação
    May 2018
    Postagens
    219
    Accumulated bonus
    159.43 USD
    Obrigado
    20
    Agradeceu 220 vezes em 114 publicações

    Malta e Itália emitem alerta conjunto sobre possível exchange cripto não licenciada

    Malta alertou os cidadãos sobre uma exchange cripto sem licença que atende seu mercado interno. Os reguladores ordenaram que a plataforma parasse de operar em um aviso em 5 de dezembro.

    A plataforma ofensiva, OriginalCrypto, chamou a atenção das autoridades italianas para o fato de ela não ter a licença necessária para oferecer "serviços e atividades de investimento" autorizados.

    O proprietário da plataforma, a SolutionsCM Ltd., está agora sob escrutínio de ambos os países, com a Autoridade de Serviços Financeiros de Malta (MFSA) compartilhando o alerta da Itáli.

    Como a Cointelegraph frequentemente relata, Malta procurou se tornar uma das jurisdições mais permissivas do mundo no que diz respeito tanto às criptomoedas quanto à tecnologia blockchain.

    Como parte de sua tentativa de se transformar na dita “Ilha Blockchain”, várias revisões regulatórias acompanharam os acordos endossados pela MFSA com empresas do setor, incluindo importantes exchanges como Binance e Huobi.

    Porém, a OriginalCrypto mantem-se longe dessas atividades legítimas, alertaram fontes sobre o provável esquema de fraude no início deste ano.

    "Retratando sua plataforma como uma corretora financeira de criptografia, a OriginalCrypto.com projetou uma abordagem de marketing inteligente para promover seus serviços de investimento ilícito para consumidores em todo o mundo", escreveu o site de monitoramento ScamBitcoin em fevereiro.

    De acordo com as investigações do site, a OriginalCrypto fez declarações duvidosas sobre sua configuração, inclusive sendo operada por uma empresa controladora sediada na Bulgária, a “Bali Limited Ltd.”.
    Na semana passada, a decisão do estado norte-americano de Ohio de aceitar criptomoedas para pagamento de impostos provocou a ira da grande imprensa depois que as autoridades envolvidas não conheciam os golpes que afetaram os esforços anteriores em outros lugares.

  2. The Following User Says Thank You to Mike_Mike For This Useful Post:

    Unregistered (1 )

  3. <a href="http://www.mt5.com/">Форекс портал</a>
  4. #242
    Senior Member
    Data de afiliação
    May 2018
    Postagens
    219
    Accumulated bonus
    159.43 USD
    Obrigado
    20
    Agradeceu 220 vezes em 114 publicações

    Queda do bitcoin já causa demissões no setor

    Um ano inteiro de retornos negativos tem suas consequências. Assim como numa empresa convencional, recursos são necessários para o desenvolvimento de novas atividades. Quando o mercado está em baixa numa empresa normal, para manter os custos dentro das receitas e aumentar o valor presente, há redução de atividades, porém em casos extremos de firmas menores há paralização e saída do mercado para os sócios não levarem prejuízo. Isso ocorre também nas empresas que sustentam a criptoeconomia.

    Apenas nas últimas semanas, a STEEM – plataforma criada por Dan Larimer da EOSpara mídia descentralizada – reduziu em 70% sua equipe; a Ethereum Classic perdeu uma importante equipe de desenvolvimento (ETCDEV) por falta de recursos. Possivelmente essas perdas são consideráveis para o prosseguimento do desenvolvimento das moedas. Contudo ambas as tecnologias mesmo em bull market não decolaram em adoção, apesar de serem projetos com proposições interessantes (aplicação crível no caso da STEEM e approach “code is law” para o EthereumClassic). Essas reduções podem ser vistas como perdas para o mundo cripto como um todo?

    Há duas questões latentes para responder essa questão. A primeira é se a queda reflete uma “destruição criativa” (processo bem descrito pelo economista austríaco Joseph Schumpeter), isto é, se novas tecnologias estão se desenvolvendo e tornando soluções anteriores que não decolaram menos importantes. A cerca de um ano – dia 3 de dezembro de 2017 – a Ethereum Classic era a 11ª maior criptomoeda em capitalização de mercado e a STEEM era a 36ª. Hoje em dia caíram para 18ª e 51ª, sugerindo que, de fato, estão ficando defasadas e que há novas tecnologias surgindo ou antigas se aprimorando.

    Entretanto, a queda foi causada pelo surgimento das novas tecnologias? Talvez esta não seja parte do problema. De maneira geral, mesmo as tecnologias recentes têm sofrido quedas em dólar ou mesmo se medidas em BTC. Se consideramos a correlação razoavelmente alta no mercado das maiores altcoins – novas ou antigas – há a impressão que o mercado como um todo está prejudicado. A evidência atual indica que Bitcoin e Altcoins competem, porém não há grandes evidências de heterogeneidade entre as altcoins. Isto é, elas podem de certa maneira serem tratadas como um bloco na falta de maiores estudos.

    Se as altcoins podem ser entendidas dessa forma, o risco de ir perdendo desenvolvedores pagos é pautado pela capitalização de mercado. As maiores (que não excederam nos custos) tem maior segurança que as menores, justamente por terem mais recursos. O grande problema é que capitalização de mercado possui um grande elemento de hype e não há muita variação na liderança de capitalização de mercado mesmo com choques tecnológicos. A EOS é um desses casos, nasceu grande e logo no começo mostrou grandes falhas, porém, continua entre as maiores mesmo com outros projetos se mostrando mais interessantes e resilientes. Não há como afirmar que as criptomoedas estão num estágio maduro de destruição criativa e perdas como as atuais devem acender um sinal amarelo: elas não se relacionam tanto com a tecnologia ser mais ou menos efetiva, e sim com choques de mercado.

    A parte positiva é que há muitos projetos que se desenvolvem mais com comunidade que com desenvolvedores institucionalizados em empresas. Num bear market, a resiliência vem em grande parte de desenvolvedores anônimos que acreditam no projeto. Moedas com forte comunidade e, diria, algum componente ideológico como Ethereum e Monero tendem a ter menores riscos de perda de capacidade de inovação em bear markets. Se há moedas com chances de estarem realmente em baixa, são essas que possuem a capacidade de inovação puxada majoritariamente pela comunidade.

  5. Os seguintes 2 Usuários Dizem Obrigado o a Mike_Mike por este post útil:

    Unregistered (2 )

+ Responder ao Tópico

Permissões de postagens

  • You may not post new threads
  • You may not post replies
  • You may not post attachments
  • You may not edit your posts