Brazil Forex Forum

Forex Community Place

photo
Ganhe até
$50000
por convidar amigos
para receber o Bônus StartUp
da InstaForex
Não é necessário investimento!
Comece a negociar sem
investimentos e riscos
COM O NOVO BÔNUS
STARTUP 1000$
Receba o bônus
55%
da InstaForex
em todos os depósitos
+ Responder ao Tópico
Resultados de 1 a 6 de 6

Thread: Computadores (PC, Notebook)

  1. #1
    Senior Member
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Postagens
    130
    Accumulated bonus
    0.00 USD
    Obrigado
    30
    Agradeceu 11 vezes em 7 publicações

    Computadores (PC, Notebook)

    Tópico exclusivo para preços e características de notebooks e desktop's.

  2. <a href="">Форекс портал</a>
  3. #2
    Senior Member
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Postagens
    129
    Accumulated bonus
    0.00 USD
    Obrigado
    28
    Agradeceu 6 vezes em 7 publicações
    Asus revela PC tudo-em-um com carregador sem fio embutido

    A Asus revelou nesta segunda-feira, 22, um novo computador all-in-one que possui uma característica única. Além do formato que mescla o gabinete do PC com o monitor, o aparelho traz uma característica única: ele vem com um carregador sem fio Qi na base da tela, que pode ser usado para recarregar a bateria do seu celular, desde que ele suporte a tecnologia, obviamente.

    O recurso é importante quando se considera o público que normalmente procura um PC tudo-em-um. Esse tipo de computador atrai pessoas que querem uma mesa de trabalho, e o carregador sem fio é um objeto a mais ocupando espaço e acumulando poeira.

    O Zen AiO 27 é uma máquina consideravelmente potente pelas limitações de espaço para seus componentes. Ele vem com um processador Intel Core i7-8700, uma placa de vídeo Nvidia GTX 1050, 16 GB de memória RAM, com 2 TB de armazenamento em HD e 512 GB em SSD.

    Em relação à tela, o computador conta com um painel de 27 polegadas com resolução 4K com suporte ao toque. Já sobre entradas, o Zen AiO 27 vem com uma porta Thunderbolt 3, três portas USB 3.1 do tipo A e uma porta USB 2.0, uma saída HDMI e uma entrada HDMI, o que permite que ele seja usado como um monitor convencional ligado a outro computador, console de videogame ou Chromecast.

    Quem se interessou, se prepare: o Zen AiO 27 da Asus custa a partir de US$ 2.000, o que é bem caro já para os padrões dos EUA. Na cotação atual do dólar, isso seria o equivalente a mais de R$ 7.300, sem incluir qualquer imposto na conta.

    Fonte: Olhar Digital

  4. #3
    Senior Member
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Postagens
    129
    Accumulated bonus
    0.00 USD
    Obrigado
    28
    Agradeceu 6 vezes em 7 publicações
    Uma prova de que computadores quânticos superam os tradicionais

    Uma equipe internacional de pesquisadores conseguiu provar, pela primeira vez, que os computadores quânticos, de fato, oferecem vantagem computacional em relação aos sistemas tradicionais. Tal conclusão foi detalhada em artigo publicado na revista Science. Nele, os pesquisadores descrevem o trabalho de um circuito quântico que foi capaz de resolver um problema matemático que seria impossível para um computador tradicional quando sujeito às mesmas restrições.

    Em entrevista ao site Motherboard, Robert König, teórico na Universidade Técnica de Munique e principal autor do artigo, explicou que o grande trunfo do trabalho foi mostrar como os circuitos quânticos conseguem ser computacionalmente mais poderosos do que os clássicos da mesma estrutura. O problema colocado poderia ser resolvido da forma "clássica", mas exigiria mais recursos.

    A vantagem quântica aconteceu por causa da “não-localidade”, uma característica dos sistemas quânticos espacialmente isolados que permite que eles sejam considerados um só sistema: uma mudança em um sistema resulta – no mesmo momento – em uma mudança em outro.

    Para entender melhor, qubits são o análogo quântico de bits (de um computador tradicional), exceto que sendo um ou um zero, os qubits podem apresentar uma “superposição” de ambos ao mesmo tempo.

    Com a projeção de circuitos quânticos, há uma compensação entre o número de qubits interagindo no circuito e o número de operações que podem ser executadas nesses qubits – denominado de “profundidade” do circuito. Aumentar essa “profundidade” faz com que cresça, também, as habilidades de processamento de informações.

    Por outro lado, esse aumento exige uma diminuição correspondente. Um circuito com um grande número de qubits é limitado a um pequeno número de operações (tem uma profundidade “superficial”), tornando difícil a vantagem sobre os computadores tradicionais.

    O problema ocorre porque um circuito quântico que não incorpora a correção de erros é limitado em seu número de operações que podem ser executadas no qubits antes que elas acabem “quebrando”, perdendo seus dados. Ou seja, conforme mais qubits são lançados, há mais espaço para erros, causando um decréscimo no número de operações que podem ser executadas antes de serem desfeitas.

    Para acabar com isso, a equipe de Kônig projetou um circuito quântico em que vários circuitos superficiais operam em paralelo, mas ainda podem ser considerados como um único sistema por causa da não-localidade. Os circuitos foram capazes de resolver um problema de álgebra usando um número fixo de operações (eles tinham uma “profundidade constante”), algo matematicamente impossível em um circuito clássico.

    Vantagens como essa permitirão, em teoria, que futuros computadores quânticos façam cálculos muito mais rapidamente do que um computador clássico. O algoritmo de Shor, por exemplo, permite que os computadores quânticos descubram os fatores de primos e possam, eventualmente, permitir que os computadores quânticos com grande número de qubits quebrem as formas mais modernas de criptografia.

    Os pesquisadores alemães veem seu trabalho como um dos fundamentos matemáticos para aplicações práticas e experimentais no futuro próximo. Com a simplificação dos circuitos, eles poderão estar ao alcance de computadores quânticos experimentais em não muito tempo.

    Fonte: Revista Science
    Por: IdgNow![COLOR="Silver"]

  5. #4
    Senior Member
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Postagens
    129
    Accumulated bonus
    0.00 USD
    Obrigado
    28
    Agradeceu 6 vezes em 7 publicações
    Computação Quântica


    Uma pesquisa produzida por um grupo de cientistas do Centro de Excelência para Computação Quântica e Tecnologias de Comunicação (CQC2T), da Universidade de Sydney (Austrália) pode significar um enorme avanço na produção de computadores quânticos caseiros.

    Publicado pela Physical Review X (PRX), uma das mais prestigiadas publicações acadêmicas do mundo, a pesquisa conduzida pela professora Michelle Simmons demonstrou um novo método de acessar informações armazenadas nos elétrons de um átomo, e que pode ser o primeiro passo para a criação de computadores quânticos que não sejam do tamanho de uma sala.

    O grupo de Simmons é um dos líderes no uso de qubits (ou quantum bits) feitos a partir de elétrons de átomos de semicondutores. Criados a partir do encapsulamento individual de átomos de fósforo dentro de um chip de silício, esse tipo de abordagem é algo exclusivo dos desenvolvedores da Austrália e permite a criação de computadores quânticos em larga escala devido à estabilidade dessa conexão. O problema é que, nesse tipo de arquitetura, cada qubit necessita de ao menos 4 gates (um de controle e três de leitura) para funcionar corretamente. Esse número já é menor do que o usado em outros tipos de arquitetura, mas ainda era o maior impedimento para a diminuição do tamanhos das máquinas.

    Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.
    E é nessa parte que a descoberta publicada por Simmons é tão importante. O grupo da pesquisadora desenvolveu um método que permite integrar um dos sensores de leitura no gate de controle, o que diminui pela metade a quantidade de gates necessários, fazendo com que os qubits funcionem perfeitamente com apena um gate de controle e um de leitura. Além de tornar as máquinas mais compactas, esse tipo de arquitetura também permite que as leituras sejam feitas em tempo real e com precisão em apenas uma única tentativa, o que também torna o processo muito mais rápido sem a necessidade de escalonar o sistema para considerar possíveis erros.

    Essas inovações deverão ser a base da nova arquitetura utilizada pela Silicon Quantum Computing Pty Limited (SQC), que desde 2017 atua em parceria com a CQC2T, e deverão ser usadas para a criação e comercialização de computadores quânticos em larga escala.

    Fonte: EurekAlert

  6. #5
    Member
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Postagens
    90
    Accumulated bonus
    0.00 USD
    Obrigado
    22
    Agradeceu 5 vezes em 3 publicações
    Acer lança novos modelos de PCs all-in-one com som de alta qualidade

    A Acer lançou novos modelos de computadores all-in-one da série Aspire Z. Entre os destaques dos novos PCs estão os speakers, que prometem som de alta qualidade graças à tecnologia da Harman Kardon.

    O modelo Z3-605 usa o sistema de som para se destacar naquela que é, de acordo com o fabricante, a sua principal atividade: reproduzir músicas com qualidade em qualquer tipo de ambiente. Para não decepcionar o consumidor, o tudo-em-um conta com um par de speakers de 3 watts que, de acordo com a Acer, “reproduzem áudio claro o mais próximo possível à gravação original”.

    Os speakers dispõem do sistema Dolby Home Theater v4, que dá aquela sensação de surround ao redistribuir os canais de áudio entre os speakers conforme a mídia que o usuário reproduz.

    O Z3-605 foi lançado com quatro versões, que variam conforme os recursos de hardware. Independente disso, todas contam com uma tela de 23 polegadas, resolução Full HD com ângulos de visão de até 178º. Alguns modelos contam com tela sensível ao toque.

    Outro ponto comum nos modelos é o chassi, que permite regulagens de 10 a 33º de inclinação da tela para tornar a experiência de uso mais ergonômica. Há também uma webcam de 1 megapixel capaz de capturar vídeo a 720p de resolução. Outros recursos comuns são portas USB 3.0 e 2.0 (duas de cada), porta HDMI (saída e entrada) e leitor de cartões de memória.

    Em relação às especificações técnicas de cada sistema sabe-se que os computadores foram projetados em torno de plataformas da Intel. Na hipótese mais em conta, o consumidor acaba com um Pentium dual-core de 1.9 GHz e 4 GB de RAM DDR3. Além disso, qualquer versão do Z3-605 conta com um HD de 1 TB. A versão topo de linha oferece um Core i5, também dual-core, com 1.8 GHz e 8 GB de RAM DDR3.

    Já disponíveis no mercado norte-americano, os preços desses computadores começam a US$ 699 (R$ 1.560 no câmbio de 18/7) para o modelo mais espartano. O topo de linha da série custa US$ 999 (ou R$ 2.230).

    Via Tom’s Hardware

  7. The Following User Says Thank You to ulier22 For This Useful Post:

    Unregistered (1 )

  8. <a href="http://www.mt5.com/">Форекс портал</a>
  9. #6
    Senior Member
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Postagens
    130
    Accumulated bonus
    0.00 USD
    Obrigado
    30
    Agradeceu 11 vezes em 7 publicações

    Mercado de PC e Tablets em desvantegem no ano de 2018

    As remessas de unidades para o mercado global de dispositivos de computação pessoal, composto de PCs tradicionais (desktops, notebooks e workstations) e tablets, devem cair 3,9% em 2018, de acordo com a mais recente previsão do IDC.

    A previsão incorpora um conjunto atualizado de premissas, que reflete tanto as áreas de crescimento quanto as preocupações. Os tablets, que já foram considerados a maior ameaça aos notebooks, mais uma vez viram números decepcionantes no terceiro trimestre de 2018 e a perspectiva foi reduzida em comparação com a previsão anterior. A pressão contínua dos smartphones, as inovações limitadas e o aumento adicional nos ciclos de vida dos tablets deverão pesar contra a recuperação do volume na venda dos tablets.

    A previsão para os tablets destacáveis ou os chamados “2 em 1” também foi ajustada para baixo, em direção a uma trajetória de crescimento mais conservadora, devido à consolidação do mercado e maiores desafios à adoção pelo consumidor, embora o IDC veja melhorias em alguns setores, como educação e finanças.

    Espera-se também que os PCs tradicionais sofram dificuldades, especialmente os desktops, mas há pontos mais promissores, como jogos, atualizações de PCs corporativos e uma presença crescente de notebooks com maior capacidade. Notebooks e estações de trabalho móveis ainda dominam o maior volume da categoria e sua participação no total de dispositivos de PCD deve crescer mais até 2022.

    Espera-se que o Chrome OS, o sistema operacional dominante no mercado global de notebooks educacionais, ganhe pontos no mercado. Melhorias na proposição de valor do Windows também significam ganhos para sistemas mais avançados, como notebooks conversíveis, preenchendo mercados onde os tablets destacáveis falharam.

    “No curto prazo, o mercado de PCs tradicional terá algum impacto de uma escassez de processadores, que deverá afetar mais significativamente os controles de estoque de menor porte. Mas com a atualização comercial rumo à sua fase final ao longo do próximo ano, acreditamos que impulsionará grande parte do foco e do volume, com oportunidades em todo o espectro de preços”, analisa Jay Chou, gerente de pesquisa do IDC.

    “Em 2018, vimos a oscilação da categoria destacável, conforme importantes anúncios de produtos foram empurrados para o último trimestre do ano”, complementa Lauren Guenveur, analista sênior de pesquisa da Devices & Displays. “Pela primeira vez desde a introdução do fator de forma, espera-se que os volumes anuais caiam em relação ao ano anterior. No entanto, esperamos que o mercado se recupere em 2019 à medida que novos produtos da Apple, Microsoft, Samsung e Google se tornem mais prontamente disponíveis”.

+ Responder ao Tópico

Permissões de postagens

  • You may not post new threads
  • You may not post replies
  • You may not post attachments
  • You may not edit your posts