Fórum Forex Brasil

Lugar da Comunidade Forex

photo
Ganhe até
$50000
por convidar amigos
para receber o Bônus StartUp
da InstaForex
Não é necessário investimento!
Comece a negociar sem
investimentos e riscos
COM O NOVO BÔNUS
STARTUP 1000$
Receba o bônus
55%
da InstaForex
em todos os depósitos
+ Responder ao Tópico
Página 1 de 2 12 Último
Resultados de 1 a 10 de 16

Thread: Esportes Olímpicos e Olimpíadas

  1. #1
    Moderator janilson's Avatar janilson's Avatar
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Local
    Rio de Janeiro
    Postagens
    251
    Obrigado
    127
    Agradecimentos 47 Tempos em 46 Postagens

    Esportes Olímpicos e Olimpíadas

    Os demais esportes olímpicos são destinados a esse tópicos, são eles Vôlei, Basquete, Corridas, Atletismo, Cavalgada, Tiro ao Arco e os outros.
    Gentilmente, Janilson.
    Moderador do Fórum
    Mensagem Privada

  2. Fb
  3. #2
    Senior Member
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Postagens
    524
    Accumulated bonus
    49.13 USD
    Obrigado
    87
    Agradecimentos 323 Tempos em 176 Postagens
    Jogos Olímpicos de Verão são um evento multiesportivo realizado a cada quatro anos, reunindo modalidades de desportos de verão disputadas no campo, nas quadras e no mar, sendo um dos eventos máximos do Movimento Olímpico, ao lado dos Jogos Olímpicos de Inverno.

  4. #3
    Senior Member
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Postagens
    524
    Accumulated bonus
    49.13 USD
    Obrigado
    87
    Agradecimentos 323 Tempos em 176 Postagens
    Equipe Olímpica de Refugiados irá competir nos Jogos de Tóquio em 2020

    A Equipe Olímpica de Refugiados competirá nos Jogos de Tóquio de 2020, após a estreia inédita nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

    A confirmação da participação no maior evento internacional esportivo veio durante a 133ª Sessão do Comitê Olímpico Internacional (COI), ocorrida na capital da Argentina, Buenos Aires, na terça-feira (9).

    Yusra Mardini, atleta olímpica refugiada e embaixadora da Boa Vontade da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), disse que a decisão dará aos refugiados uma nova chance de sonhar.

    A Equipe Olímpica de Refugiados competirá nos Jogos de Tóquio de 2020, após a estreia inédita nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

    A confirmação da participação no maior evento internacional esportivo veio durante a 133ª Sessão do Comitê Olímpico Internacional (COI), ocorrida na capital da Argentina, Buenos Aires, na terça-feira (9).

    Dirigindo-se à sessão do COI antes da votação, Yiech Pur Biel, apoiador da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e membro da Equipe Olímpica de Refugiados de 2016, pediu às delegações que aproveitassem “a oportunidade única de avançar a partir do que já foi alcançado e ter uma segunda Equipe Olímpica de Refugiados em Tóquio 2020”.

    Desde que as Olimpíadas modernas começaram, em 1896, mais de 200 equipes nacionais disputaram os Jogos de Verão e de Inverno. Em 2016, pela primeira vez, uma equipe de refugiados também competiu.

    Dez atletas refugiados de quatro países foram às Olimpíadas do Rio. Entre eles, dois nadadores, dois judocas, um maratonista e cinco corredores de meia-distância competiram sob a bandeira do COI, evidenciando o contínuo compromisso do comitê com a causa do refúgio.

    A declaração de que os refugiados competirão em Tóquio foi bem recebida pelo alto-comissário da ONU para os Refugiados, Filippo Grandi.

    “Em 2016, a equipe de refugiados do Rio prendeu a atenção do mundo todo e mostrou o lado humano da crise global de refugiados por meio do esporte”, disse Grandi em um comunicado.

    “Estou muito feliz que esta tradição continuará em Tóquio. Dar a esses jovens excepcionais a oportunidade de competir nos mais altos níveis é admirável”, concluiu.

    Em um momento em que o número de pessoas deslocadas pela violência e pela perseguição atinge o mais alto nível desde a Segunda Guerra Mundial, a habilidade atlética e a capacidade de resiliência da Equipe Olímpica dos Refugiados no Rio inspirou coragem e perseverança nos refugiados do mundo todo.

    Esta semana, durante o Fórum de Olimpismo em Ação do COI, a Equipe Olímpica de Refugiados se reuniu em Buenos Aires pela primeira vez desde 2016. Eles aproveitaram a reunião para defender o esporte como uma ferramenta para a paz, e lembraram que seus esforços inspiram esperança aos refugiados do mundo todo.

    Yusra Mardini, atleta olímpica refugiada e embaixadora da Boa Vontade do ACNUR, disse que a decisão de terça-feira dará aos refugiados uma nova chance de sonhar.

    “Estou orgulhosa de ter representado a Equipe Olímpica de Refugiados e muito feliz que a equipe possa competir em Tóquio novamente”, disse ela. “Vou trabalhar o máximo que puder para ganhar uma vaga na equipe. Desejo boa sorte a todos os outros atletas refugiados do mundo”.

    Após a votação, o presidente do COI, Thomas Bach, disse em comunicado: “em um mundo ideal, não precisaríamos ter uma Equipe de Refugiados nos Jogos Olímpicos. Mas, infelizmente, as razões pelas quais criamos uma Equipe Olímpica para Refugiados para os Jogos Olímpicos do Rio 2016 persistem”.

    “Esta é a continuação de uma jornada animadora, humana e olímpica e um lembrete aos refugiados de que eles não serão esquecidos”, acrescentou.

    Fonte: Organização Nações Unidas

  5. #4
    Senior Member
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Postagens
    384
    Accumulated bonus
    46.99 USD
    Obrigado
    103
    Agradecimentos 137 Tempos em 97 Postagens
    Organização das equipes da Coreia do Sul e da Coreia do Norte para os jogos olimpicos de 2020

    A Coreia do Sul propôs à Coreia do Norte formar seis ou sete equipes unificadas em diferentes esportes para participar das Olimpíadas de Verão de 2020 em Tóquio. A informação foi divulgada pela agência de notícias Yonhap.

    De acordo com fontes citadas pela publicação, 10 ou 11 federações esportivas sul-coreanas responderam positivamente à proposta sobre a formação de equipes conjuntas com a Coreia do Norte para competir nas Olimpíadas de 2020.

    Foi informado também que o Comitê Esportivo e Olímpico da Coreia escolheu seis ou sete esportes e propôs a Pyongyang formar equipes conjuntas nestas modalidades.
    As listas desses esportes ainda não foi revelada, já que as federações esportivas sul-coreanas precisam de tempo para escolher atletas, enquanto técnicos e oficiais precisam confirmar sua posição final sobre as equipes unificadas.

    Durante o dia, autoridades de Seul e Pyongyang realizaram palestras sobre esportes na cidade fronteiriça norte-coreana de Kaesong e discutiram várias questões relacionadas a intercâmbios e cooperação em esportes, principalmente sobre a questão de uma candidatura conjunta para sediar os Jogos Olímpicos de Verão de 2032, bem como a participação conjunta de atletas do Sul e do Norte Coreanos nos Jogos Olímpicos de Verão de 2020 e outros eventos esportivos internacionais.

    Fonte: Sputinik Brasil

  6. #5
    Senior Member
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Postagens
    134
    Accumulated bonus
    8.24 USD
    Obrigado
    33
    Agradecimentos 23 Tempos em 15 Postagens
    Last edited by BrasilForeingExchange; 11-30-2018 at 02:42 PM.

  7. #6
    Senior Member
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Postagens
    384
    Accumulated bonus
    46.99 USD
    Obrigado
    103
    Agradecimentos 137 Tempos em 97 Postagens
    Balé de esqui, pintura, mergulho a distância: veja as modalidades mais insólitas das Olimpíadas

    O programa dos Jogos Olímpicos sofreu muitas alterações ao longo do tempo, e continuará a se transformar na tentativa de atrair cada vez mais espectadores. Mas se hoje são feitos apenas pequenos ajustes a cada quatro anos, no início as mudanças eram bem mais dramáticas. De uma edição para a outra, surgiam na programação, por exemplo, provas artísticas, que podiam incluir uma disputa de planejamento urbano, um concurso de esculturas ou competição de literatura.

    Olimpíadas: veja esportes incomuns que já estiveram no programa

    A ideia do Barão de Coubertin era integrar corpo e mente nas disputas. Existem inclusive casos de atletas que foram campeões no esporte e artes: o americano Walter Winans, por exemplo, conquistou a medalha de ouro no tiro em 1908 e no concurso de esculturas em 1912. Era preciso que as obras tivessem temática esportiva para que fossem inscritas nas Olimpíadas.

    As disputas esportivas também já tiveram modalidades insólitas. A escalada de corda, em que o objetivo era conquistar os 15 metros de corda o mais rápido possível, era um dos esportes do programa original dos Jogos de 1986 e teve aparições eventuais até ser definitivamente excluída em 1932.

    O mergulho a distância fez sua primeira e única aparição em 1904. O objetivo era mergulhar numa piscina e ver a distância que se conseguia percorrer por baixo da água antes de voltar à superfície. E imagens de esportes incomuns não se apresentam apenas em preto e branco: no balé de esqui, surpreendentemente disputado até os Jogos de Inverno de Albertville 1992, os atletas executavam passos de dança no gelo.

  8. #7
    Senior Member
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Postagens
    374
    Accumulated bonus
    39.18 USD
    Obrigado
    170
    Agradecimentos 198 Tempos em 128 Postagens
    Vaticano lança equipe de atletismo e deve participar até das Olimpíadas

    RIO DE JANEIRO, 15 JAN (Aleteia)

    A Athletica Vaticana está treinando há mais de um ano e, neste mês, participa da sua primeira competição

    Na última quinta-feira, 10, o Vaticano apresentou formalmente a Athletica Vaticana, sua equipe oficial de atletismo, visando competir em eventos internacionais como os Jogos Olímpicos.
    O anúncio, aliás, foi feito em parceria com o Comitê Olímpico Italiano.
    A primeira equipe vaticana será formada por cerca de 60 corredores, que incluem de guardas suíços a padres e freiras, passando por jornalistas, professores, funcionários do Museu do Vaticano, jardineiros e farmacêuticos, entre outros profissionais que trabalham no menor país do mundo.
    Monsenhor Melchor José Sánchez de Toca, o líder do grupo de atletas, afirma:
    “O sonho que sempre tivemos é ver a bandeira do Vaticano entre as delegações na cerimônia de abertura de uma Olimpíada”.

    A meta, de fato, é nada menos que atingir o patamar olímpico, de modo que, em alto nível, a Athletica Vaticana consiga testemunhar entre os grandes atletas de todo o planeta a convicção de que o esporte pode ser não somente um instrumento de solidariedade, mas também uma experiência espiritual.
    A equipe, que já está filiada à Federação Italiana de Atletismo, tentará fazer parte também da Associação Internacional de Federações de Atletismo, o que lhe permitirá participar de competições como os Jogos dos Pequenos Estados da Europa e os Jogos do Mediterrâneo, programados para ser disputados em 2021 na Argélia.

    O Papa Francisco já manifestou o seu apoio à equipe:
    “Sempre vou abençoar as coisas positivas”.
    A Athletica Vaticana começou a treinar há mais de um ano e terá a sua primeira competição neste próximo 20 de janeiro: a Corrida de Miguel, em Roma.

  9. #8
    Senior Member
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Postagens
    524
    Accumulated bonus
    49.13 USD
    Obrigado
    87
    Agradecimentos 323 Tempos em 176 Postagens
    Olimpíada 2020: Presidente de comitê japonês nega acusações de corrupção

    Tsunekazu Takeda nega que exista irregularidades na escolha de Tóquio como sede das olimpíadas 2020


    RIO DE JANEIRO, 29 Jan (EFE)O presidente do Comitê Olímpico Japonês, Tsunekazu Takeda, negou nesta sexta-feira ter cometido irregularidades para favorecer a candidatura de Tóquio para sediar os Jogos Olímpicos de 2020 e desmentiu que tenha sido acusado na França por "corrupção ativa".

    Takeda, considerado um dos artífices para que a capital japonesa vencesse, em 2013, Madri e Istambul, reagiu assim à acusação pela justiça francesa devido à suposta compra de votos, que foi confirmada hoje à Agência Efe por fontes judiciais.

    Em comunicado, o dirigente japonês desmentiu as notícias publicadas a respeito ao afirmar que "não foi acusado" e que "não recebeu nenhuma notificação" da justiça francesa.

    Takeda admitiu que no mês passado "teve uma sessão interrogatória em Paris sobre as atividades para os Jogos de 2020" após ser convocado pelo juiz encarregado no caso.

    "O Comitê de candidatura (de Tóquio 2020) pagou uma remuneração justa segundo um contrato de consultoria com a empresa Black Tidings, eu expliquei que nisso não há nenhum ato que suponha suborno", afirmou Takeda.

    A justiça francesa investiga o pagamento, pouco antes do voto de Buenos Aires que deu a Tóquio os Jogos de 2020, de 1,8 milhões de euros à citada empresa, atrás da qual estava o senegalês Papa Massata Diack, filho do então presidente da Federação Internacional de Atletismo (IAAF), Lamine Diack, segundo revelou o jornal "Le Monde".

    Esse dinheiro, oficialmente para a elaboração de dois relatórios, pode ter sido usado para subornar membros africanos do COI através do influente Diack, que fez campanha então pela capital japonesa

    Takeda afirmou que "não conhece" Diack e que "não teve contato direto" com os representantes da empresa, e ressaltou que durante os interrogatórios "não apareceu nenhuma novidade sobre o caso", embora tenha evitado dar mais detalhes por conta da investigação em curso.

    No comunicado, também afirmou que o caso "está causando preocupação no povo japonês, que mostrou o apoio para a realização dos Jogos em Tóquio", e manifestou a vontade de "seguir colaborando com a investigação para poder despejar estas dúvidas".

    Takeda, atleta do hipismo e bisneto do imperador Meiji, preside o comitê japonês desde 2001, foi o principal responsável da candidatura de Tóquio 2020 e também ocupa atualmente a vice-presidência do comitê executivo da organização para as próximas olimpíadas.

    Por sua vez, a governadora da Área Metropolitana de Tóquio, Yuriko Koike, expressou a "grande surpresa" diante das notícias sobre a acusação de Takeda, e afirmou que está tentando confirmar estes fatos e de ter mais detalhes a respeito.

  10. #9
    Senior Member
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Postagens
    374
    Accumulated bonus
    39.18 USD
    Obrigado
    170
    Agradecimentos 198 Tempos em 128 Postagens
    Tóquio vai fazer todas as medalhas das olimpíadas de 2020 com lixo eletrônico

    Após as Olimpíadas no Rio de Janeiro e aquele encerramento sensacional com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, saindo do cano vestido como Super Mario, todos os olhos se voltaram para os próximos jogos em 2020. Temos ainda um ano pela frente, mas o país asiático já mostra o tipo de legado que deve deixar.

    Em 2016, o comitê revelou seus planos de produz 5.000 medalhas apenas com produtos reciclados. Agora o Japão diz que está muito próximo de atingir a meta, graças ao apoio de cidadãos e empresas.

    O país já coletou 48 toneladas de lixo eletrônico, dentro deste montante tem mais de 5 milhões de smartphones — apenas o ouro e prata contidos nesses aparelhos correspondem a 16% e 22%, respectivamente, da oferta global dos materiais.

    Toda esta quantidade de lixo foi recolhida pelos prefeituras japonesas e os milhões de smartphones foram entregues por consumidores nas lojas da operadora NTT Docomo.

    De acordo com o Verge, a meta do comitê de juntar 2.700 kg de cobre (material usado para fazer a medalha de bronze) foi alcançada em junho do ano passado. Por enquanto, a meta de ouro está em 93,7% (a quantidade que eles querem alcançar é 30,3 kg), enquanto a meta de prata está em 85,4% (a quantia necessária é de 4.100 kg).

    Não está muito longe do comitê organizador alcançar as metas, mas baseado no tanto de lixo eletrônico que já foi coletado, é bem capaz que eles alcancem isso até 31 de março, quando acaba o período de coleta. A ideia é que os modelos das medalhas tanto das Olimpíadas como das Paralimpíadas sejam reveladas agora no meio do ano.

    Para não ser completamente injusto com as Olimpíadas do Rio, cerca de 30% das medalhas de bronze e prata foram feitas com material reciclado. No entanto, o Japão deve ficar marcado como o primeiro país a sediar os jogos e ter medalhas 100% feitas de itens reciclados.

  11. Fb
  12. #10
    Senior Member
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Postagens
    524
    Accumulated bonus
    49.13 USD
    Obrigado
    87
    Agradecimentos 323 Tempos em 176 Postagens
    Bom tema para discutirmos. Realmente a reciclagem e reaproveitamento dos recursos elevará a humanidade.

+ Responder ao Tópico
Página 1 de 2 12 Último

Permissões de postagens

  • You may not post new threads
  • You may not post replies
  • You may not post attachments
  • You may not edit your posts