Fórum Forex Brasil

Lugar da Comunidade Forex

photo
Ganhe até
$50000
por convidar amigos
para receber o Bônus StartUp
da InstaForex
Não é necessário investimento!
Comece a negociar sem
investimentos e riscos
COM O NOVO BÔNUS
STARTUP 1000$
Receba o bônus
55%
da InstaForex
em todos os depósitos
+ Responder ao Tópico
Página 2 de 2 FirstFirst 12
Resultados de 11 a 14 de 14

Thread: Motocicletas

  1. #11
    Senior Member
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Postagens
    208
    Accumulated bonus
    6.77 USD
    Obrigado
    70
    Agradecimentos 49 Tempos em 38 Postagens
    Yamaha XJ6 N sai de linha no Brasil após 9 anos

    Modelo teve 21 mil unidades vendidas e já havia deixado produzido no restante do mundo desde 2016. Ainda existem unidades nas lojas, por preço de R$ 34.690.

    Yamaha anunciou nesta sexta-feira (1) o fim da linha para a XJ6 N no Brasil. Depois de 9 anos em produção no país, o modelo se despede e junta-se a Yamaha Ténéré 250 e Suzuki Burgman i, modelos que também abandonaram o mercado nacional recentemente.

    Com 21 mil unidades vendidas no período, a XJ6 N foi uma das principais rivais da Honda Hornet, que depois foi substituída pela CB 650F. O Brasil era o único país que ainda contava com a XJ6, mesmo ela sendo descontinuada no restante do mundo em 2016.

    MT-07, que foi atualizada no final do ano passado, e MT-09 são as representantes atuais da Yamaha no segmento naked de alta cilindrada.

    Ainda existem unidades da XJ6 N à venda nas concessionárias. Com ABS de série, o modelo é vendido por R$ 34.690.

    Name:  yamahaxj6n.jpg
Views: 12
Size:  102.3 KB

    Como é a XJ6 N?
    O modelo tem como base o motor de 4 cilindros e 600 cc, que é capaz de gerar 77,5 cavalos a 10.000 rpm e 6,08 kgfm a 8.500 rpm - seu câmbio é de 6 velocidade. A moto tem um peso de 191 kg e um tanque que leva até 17,3 litros de combustível.

  2. <a href="http://www.mt5.com/forex_humor">Форекс портал</a>
  3. #12
    Senior Member
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Postagens
    328
    Accumulated bonus
    27.62 USD
    Obrigado
    50
    Agradecimentos 69 Tempos em 44 Postagens
    Depois da BMW, Harley-Davidson e Ducati anunciam saída do Salão Duas Rodas 2019

    Participação de Honda, Yamaha e Kawasaki foi confirmada pela organização do evento, que acontece em novembro, em São Paulo. Triumph, Dafra e Royal Enfield ainda estudam participação.

    RIO DE JANEIRO, 6 Fev (G1 auto) Após a BMW anunciar que não estará no Salão Duas Rodas 2019, Harley-Davidson e Ducati confirmaram que também não participarão do evento este ano. Todas elas estavam na edição 2017 do evento, que é o maior da América Latina.

    Motos 2019: veja 25 lançamentos esperados
    Honda, Yamaha e Kawasaki, por outro lado, tiveram a presença confirmada na feira, que acontece em novembro, em São Paulo. De acordo com a organização do evento, o total de 170 expositores participarão e o investimento será recorde este ano.

    "A Reed Exhibitions Alcantara Machado respeita a decisão de cada marca em participar do evento e continuará trabalhando para que o Salão continue a figurar entre os maiores do mundo no setor", disse a organização do Salão Duas Rodas, em comunicado.

    As montadoras que não irão participar afirmaram que vão investir em outros eventos voltados para clientes. Além disso, o alto custo para participar do evento foi apontado como um dos fatores para a decisão por parte da Ducati.

    "Além de todos os problemas conceituais, o custo do evento no Brasil é muito elevado para o que temos em troca. E o resultado é muito diferente do que temos internacionalmente, como no Salão de Milão, onde o resultado muito maior", Diego Borghi, presidente-executivo da Ducati do Brasil.

    Triumph, Dafra e Royal Enfield disseram que ainda avaliam sua participação no Salão Duas Rodas 2019. Suzuki, Haojue e Kymco foram consultadas, mas ainda não se posicionaram.

    Apesar da "debandada" das marcas de luxo, a venda de motos no Brasil está em um momento de retomada. Depois de seguidas quedas desde 2012, o setor voltou a crescer em 2018, porém, o patamar ainda segue baixo comparado ao auge histórico.

    Montadoras querem mudanças
    Entre os motivos que levaram as montadoras a desistirem da edição 2019 do salão está a área destinada para andar com as motos. Atualmente, a feira é realizada no São Paulo Expo.

    "Queríamos uma possibilidade de experimentação das motos que só seria possível em circuito fechado", afirma Diego Borghi, da Ducati.
    No entanto, a fabricante italiana não descartou participações futuras no evento. "Não estamos saindo para sempre do salão, mas nessa formatação não faz sentido para a Ducati. Esperamos voltar ao evento em 2021 com um novo formato de experimentação e entretenimento", disse Borghi. A Ducati afirmou que, em breve, vai anunciar a participação em outro evento no Brasil.

    A Harley-Davidson também disse que não está abandonando a feira definitivamente. "A decisão da Harley-Davidson do Brasil é referente à edição de 2019 do Salão Duas Rodas. Participações futuras serão eventualmente avaliadas com o objetivo de analisar se o formato está em linha com a estratégia global", afirma a montadora, em comunicado.

    Fora do salão, a Harley vai investir em eventos da própria empresa voltados a comunidade de usuários da marca. Entre eles estão H-D Riders´Camp, Harley-Davidson Brasil Ride e Rallies. "A operação brasileira focará em ações voltadas ao estilo de vida da marca", apontou a marca norte-americana.

  4. The Following User Says Thank You to jssuser For This Useful Post:

    Unregistered (1 )

  5. #13
    Senior Member
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Postagens
    208
    Accumulated bonus
    6.77 USD
    Obrigado
    70
    Agradecimentos 49 Tempos em 38 Postagens
    Deliciemos-nos com as motos da Honda.

    Honda CB 650R e CBR 650R têm patente registrada no Brasil

    As novas Honda CB 650R e CBR 650R tiveram as patentes registradas no Brasil. Os desenhos das motos foram publicados pelo Instituto Nacional da Propriedade (Inpi) nesta terça-feira (12).

    Como aconteceu com modelo como CB 1000R e CB 300R, as patentes são feitas no país por motivos de segurança da propriedade intelectual, mas isso quer dizer que os modelos serão vendidos no mercado brasileiro.

    Mesmo sem uma confirmação da montadora, é aguardado que CB 650R e CBR 650R desembarquem em algum momento no país. Elas são as substitutas naturais das atuais CB 650F e CBR 650F.

    Apresentadas no Salão de Milão 2018, ambas ganharam mais potência no motor, que chegou a 95 cavalos - antes, os modelos tinham motor de 88,5 cavalos.

    Com o aumento de potência, a CB 650R se aproxima em potência da antiga Hornet, que saiu de linha justamente com a chegada da CB 650F.

    A troca do "F" (Fun) pelo "R" (Racing) no final dos nomes das motos mostra o objetivo da montadora de deixar sua linha mais esportiva.

  6. <a href="http://www.mt5.com/">Форекс портал</a>
  7. #14
    Senior Member
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Postagens
    328
    Accumulated bonus
    27.62 USD
    Obrigado
    50
    Agradecimentos 69 Tempos em 44 Postagens
    Name:  32-ducati-panigale-v4-r-uc69225-high.jpg
Views: 34
Size:  156.8 KB

    Anteriormente publiquei sobre o lançamento da ducatti panigale no salão de Milão, hoje publico sobre o lançamento aqui no Brasil.

    A bela motocicleta custa 250 mil, as especificações você pode conferir no post anterior.

  8. Os seguintes 2 Usuários Dizem Obrigado o a jssuser por este post útil:

    janilson (04-09-2019),ulier22 (04-09-2019)

+ Responder ao Tópico
Página 2 de 2 FirstFirst 12

Permissões de postagens

  • You may not post new threads
  • You may not post replies
  • You may not post attachments
  • You may not edit your posts