O que é o MACD

O indicador MACD significa Moving Average Convergence/Divergence (Convergência e Divergência de Médias Móveis) e é um indicador bastante popular na análise técnica tendo sido criado por Gerald Appel na década de 60.

É composto por três elementos. A linha azul mostra a diferença entre dois sinais, um rápido e um lento, gerados a partir da substração do movimento das médias móveis exponenciais de 12 e 26 períodos.

Uma linha chamada de “sinal” ou “trigger” (vermelha em baixo) é formada calculando uma média móvel exponencial de 9 períodos dos valores da diferença das médias de 26 e 12 períodos.

Finalmente o MACD mostra um histograma que é calculado pela diferença entre a linha sinal (vermelha) e o a linha MACD (azul).

MACD

Como utilizar o MACD? Níveis no MACD

Como trabalhamos o indicador MACD e como, através do seu estudo, conseguimos colocar ordens de entrada no mercado que se revelam poderosas.

O indicador MACD é ótimo para acompanhar as grandes oscilações que se sentem no mercado. O que o seu histograma regista são precisamente estas oscilações. Num certo sentido o histograma vai formando montes de intensidade de volatilidade e, assim, permite perceber quais os momentos em que o preço do mercado anda demasiado num sentido ou no outro.

MACDNiveis

O que gostamos de pensar é que devemos tirar partido destas oportunidades. Imaginemos que o preço assume um topo no MACD. A tendência será voltar a encontrar algum equilíbrio, ou seja, voltar a recuar.

Este tipo de primeira abordagem ao MACD serve de base para a nossa estratégia. No entanto não convém começar a pensar que basta ver o preço subir a um topo no MACD ou descer a um fundo para colocarmos ordens de venda ou de compra. Este tipo de estratégias não resultam a prazo.

Uma maneira mais interessante de abordar o indicador é através da análise do preço e do próprio indicador. Assim, quando o preço atinge valores mínimos ou máximos históricos, o MACD deve servir como um indicador de entrada.

O que fazemos aqui na Escola Trading é traçar linhas indicadoras de exaustão. O modo como calculamos essas linhas requer algum esforço de análise: temos que traçar uma média entre os montes onde o MACD atingiu valores máximos e os montes onde o MACD atingiu valores mínimos.

Esse ponto intermédio constitui um nível interessante de entrada no mercado.


NiveisMACD

O cuidado que o trader deve ter para conseguir operacionalizar esta estratégia é de calcular para cada par individualmente estes níveis de exaustão.

No curso ajudamos a fazê-lo.

Inconvenientes de Indicadores Técnicos

Muitos traders iniciantes começam por pensar que quantos mais indicadores técnicos existirem num gráfico para analisar o comportamento do preço, melhor. No fundo desviam o seu projeto de entendimento do comportamento do preço para o comportamento do indicador técnico. Isto é um erro.

O principal defeito de indicadores técnicos é que eles não antecipam a ação do mercado. São elementos que refletem essa mesma ação. Pensar que se pode perceber o comportamento do preço de mercado sem entendermos qual a ação desse mesmo preço é um erro de amador.

E esta conclusão serve igualmente para esta estratégia dos níveis do MACD. Em última análise devemos igualmente prestar atenção ao preço… Saiba mais no nosso curso!