photo
Ganhe até
$50000
por convidar amigos
para receber o Bônus StartUp
da InstaForex
Não é necessário investimento!
Comece a negociar sem
investimentos e riscos
COM O NOVO BÔNUS
STARTUP 1000$
Receba o bônus
55%
da InstaForex
em todos os depósitos

    If this is your first visit, be sure to check out the FAQ by clicking the link above. You may have to register before you can post: click the register link above to proceed. To start viewing messages, select the forum that you want to visit from the selection below.

    InstaForex affiliate program - the highest rewards on Forex! Earn by attracting clients! We pay up to 67% from company's profit!

    If this is your first visit, be sure to check out the FAQ by clicking the link above. You may have to register before you can post: click the register link above to proceed. To start viewing messages, select the forum that you want to visit from the selection below.

    InstaForex affiliate program - the highest rewards on Forex! Earn by attracting clients! We pay up to 67% from company's profit!

    If this is your first visit, be sure to check out the FAQ by clicking the link above. You may have to register before you can post: click the register link above to proceed. To start viewing messages, select the forum that you want to visit from the selection below.

    InstaForex affiliate program - the highest rewards on Forex! Earn by attracting clients! We pay up to 67% from company's profit!

    If this is your first visit, be sure to check out the FAQ by clicking the link above. You may have to register before you can post: click the register link above to proceed. To start viewing messages, select the forum that you want to visit from the selection below.

    InstaForex affiliate program - the highest rewards on Forex! Earn by attracting clients! We pay up to 67% from company's profit!

+ Responder ao Tópico
Resultados de 1 a 7 de 7

Thread: As Agência de Rating?

  1. #1
    Banned
    Data de afiliação
    Oct 2012
    Local
    Lusitânia
    Postagens
    57,217
    imagens capturadas
    9 (mais detalhes)
    Accumulated bonus
    11987.91 USD
    Obrigado
    109
    Agradeceu 290 vezes em 243 publicações

    As Agência de Rating?

    Uma agência de classificação de risco de crédito (do inglês credit rating agency) ou, mais simplesmente, agência de classificação de risco,[nota 1] denominada, em Portugal, agência de notação financeira ou agência de notação de risco, é uma empresa que, por conta de um ou vários clientes, qualifica determinados produtos financeiros ou ativos (tanto de empresas, como de governos ou países), avalia, atribui notas e classifica esses países, governos ou empresas, segundo o grau de risco de que não paguem suas dívidas no prazo fixado. Quando esse risco de inadimplência se refere a operações de crédito concedido a um Estados soberano ou ao seu Banco Central, é chamado risco soberano. Quando o risco se refere contratos de crédito firmados com a totalidade dos agentes (públicos, incluindo entidades infranacionais e não soberanas, ou privados) de um país, utiliza-se a expressão risco país.
    Cada agência de classificação de risco possui uma taxonomia própria. Quanto maior for a probabilidade de moratória do agente, pior será a sua nota ou a sua classificação. Geralmente, utiliza-se a escala A, B, C, D. Na escala da Standard & Poor's e da Fitch, a melhor classificação é AAA; a pior é D. Já na escala da Moody's, a melhor classificação é Aaa; a pior é C. Notas acima de BBB- ou Baa3 dão ao agente o grau de investimento, enquanto que os classificados abaixo dessa nota recebem o grau de especulação.
    Mais aqui...

  2. <a href="https://www.instaforex.com/company_news">Форекс портал</a>
  3. #2
    Banned
    Data de afiliação
    Oct 2012
    Local
    Lusitânia
    Postagens
    57,217
    imagens capturadas
    9 (mais detalhes)
    Accumulated bonus
    11987.91 USD
    Obrigado
    109
    Agradeceu 290 vezes em 243 publicações
    Itália quer levar responsáveis da S&P e Fitch a julgamento por manipulação de mercado

    Os procuradores da cidade de Trani, do sul de Itália, já apresentarem queixas contra sete funcionários de duas agências de "rating" em que os acusam de manipulação de mercado. As agências negam qualquer erro no seu comportamento em 2011, quando baixaram a notação financeira da dívida italiana.
    Aqui...

  4. #3
    Banned
    Data de afiliação
    Dec 2012
    Local
    Portugal
    Postagens
    75,315
    imagens capturadas
    17 (mais detalhes)
    Accumulated bonus
    14952.39 USD
    Obrigado
    115
    Agradeceu 232 vezes em 177 publicações


    Lucros da Moody’s crescem com aumento da emissão de obrigações

    A Moody’s aumentou os lucros e reviu em alta as suas estimativas para este ano. O regresso de muitas empresas ao mercado de financiamento foi um dos principais catalisadores dos resultados.
    A Moody’s Corp., dona da segunda maior agência de rating do mundo, anunciou um aumento de 66% dos resultados líquidos para 160,1 milhões de dólares (118,6 milhões de euros). Excluindo itens extraordinários, os lucros foram de 73 cêntimos por acção, o que supera as estimativas dos analistas consultados pela Bloomberg, que apontavam para lucros de 71 cêntimos.

    As agências de informação realçam que a Moody’s beneficiou do facto de as empresas terem aproveitado a redução das taxas de juro nos mercados para se refinanciarem a custos mais baixos.http://www.jornaldenegocios.pt/empre...brigacoes.html

  5. #4
    Member
    Data de afiliação
    Jan 2013
    Postagens
    69
    Accumulated bonus
    15.60 USD
    Obrigado
    1
    Agradeceu 2 vezes em 1 publicaçaõ
    As agencias rating também são enganadas

    Oito bancos suspeitos de enganarem agências de ‘rating’

    Deutsche Bank, Goldman Sachs, Citigroup e UBS são alguns dos bancos investigados pelas autoridades norte-americanas.

    As relações entre as agências de ‘rating' Standard & Poor's (S&P), Moody's e Fitch e os maiores bancos voltam a ser investigadas à luz de novos dados. O procurador-geral do Estado de Nova Iorque, Andrew Cuomo, iniciou oficialmente ontem uma investigação para determinar se os bancos norte-americanos Goldman Sachs, Morgan Stanley, Citigroup e Merrill Lynch, bem como os europeus Deutsche Bank, Crédit Agricole, UBS e Crédit Suisse prestaram informação enganadora às agências, de modo a conseguir que estas dessem notações mais elevadas aos seus produtos financeiros.

    Na raiz do problema está o facto das agências de ‘rating' terem tornados públicos os seus métodos de avaliação, de modo a mostrarem-se mais transparentes, o que permitiu aos bancos saberem quais as fórmulas para atribuição dos ‘ratings'. Isso permitiu às instituições, quando chegava a altura dos seus produtos serem avaliados, prestarem as informações exactas para maximizar as notações do seus activos. "Este serviço [de avaliação] é pago. E quando estão três agências em concorrência, a questão da independência pode ser posta em causa", diz Duarte Leite de Castro, perito da IG Markets.

    A fonte é o Diario Economico

  6. #5
    Banned
    Data de afiliação
    Oct 2012
    Local
    Lusitânia
    Postagens
    57,217
    imagens capturadas
    9 (mais detalhes)
    Accumulated bonus
    11987.91 USD
    Obrigado
    109
    Agradeceu 290 vezes em 243 publicações
    EUA Fitch e Moody's na mira das autoridades americanas

    O Estado de Nova Iorque está a estudar a apresentação de queixas contra as agências de notação financeira Moody's e Fitch, depois de o Governo Federal o ter feito contra a Standard and Poor's (S&P), informou sexta-feira a agência Associated Press.




    A cotação da acção da McGraw-Hill, a empresa que integra a S&P, caiu 27% esta semana e a da Moody's 22%. A Fitch, empresa detida pelos franceses da Fimalac e dos norte-americanos da Hearst, não está cotada na bolsa de valores.

    "Os investidores venderam as suas acções [das agências de notação] de forma agressiva, receosos que o problema com o Departamento de Justiça se agrave", comentou um estratega bolsista da Wedbush Securities, Michael James, acrescentando que "estão a antecipar mais más notícias" e por isso "a sua reacção é a de vender a acção agora e pensar depois".

    Na terça-feira, o Governo dos EUA apresentou uma queixa contra a S&P, para tentar recuperar cerca de cinco mil milhões de dólares (3,7 mil milhões de euros), perdidos por investidores que teriam comprado produtos financeiros derivados de crédito imobiliário com risco elevado, baseados em informação excessivamente optimista da S&P.

    O departamento de Justiça acusa a S&P de ter atribuído, com total conhecimento de causa, notas positivas para preservar a sua parte de mercado nos produtos financeiros derivados.

    A iniciativa do Departamento de Justiça já foi seguida por 13 estados, entre os quais a Califórnia. Este Estado reclama indemnizações de milhares de milhões de dólares, em nome de investidores, designadamente dois dos maiores fundos de pensões locais, o CalPers e o CalStrs), pelas suas perdas associadas aos produtos 'subprimes' [de qualidade inferior].

    Estes montantes colossais reclamados são motivo de inquietação para os investidores na McGraw-Hill, cujos lucros anuais não excedem os mil milhões de dólares.

    A Fitch e a Moody's já indicaram que não estão envolvidas na queixa do Departamento de justiça contra a S&P, nem têm informação que as leva a admitir que podem ser objecto de processos similares. http://www.noticiasaominuto.com/econ...s#.URqPO6W6dWI

  7. #6
    Banned
    Data de afiliação
    Dec 2012
    Local
    Portugal
    Postagens
    75,315
    imagens capturadas
    17 (mais detalhes)
    Accumulated bonus
    14952.39 USD
    Obrigado
    115
    Agradeceu 232 vezes em 177 publicações
    Fitch - Avançar para uma verdadeira união bancária "é essencial"


    A agência de classificação de risco Fitch considerou hoje "essencial" avançar para a criação de uma verdadeira união bancária na zona euro para manter a confiança a longo prazo no sector financeiro.





    "A união bancária é um elemento fundamental para que haja estabilidade a longo prazo na zona euro, mas isso levará tempo", disse a diretora geral para as instituições financeiras da Fitch, Briget Gandy, num comunicado.


    Para Gandy, esta iniciativa ajudaria a criar uma base sustentável para o crescimento das economias nacionais, além de permitir uma melhor perceção entre as entidades financeiras e a dívida pública por elas detida.


    A Fitch não antecipa nenhum impacto a curto prazo sobre o 'rating' [avaliação] dos bancos europeus com a introdução da união bancária.
    A agência de notação de risco norte-americana acredita que a criação da união bancária teria um impacto positivo na grande maioria das instituições financeiras.


    A Fitch considera ainda que se o Banco Central Europeu (BCE) exercer o seu papel de supervisor único, os relatórios sobre o risco dos grupos bancários serão mais facilmente comparáveis.
    "Isto melhoraria a confiança dos investidores, o que proporcionaria um melhor acesso aos mercados de capitais por parte dos bancos e a um preço melhor", salienta.


    No comunicado, a Fitch só destaca potenciais riscos negativos para alguns bancos nacionais e seus clientes em países mais fortes da zona euro.
    Estas reflexões surgem depois da divulgação do relatório sobre o 'Impacto da união bancária europeia nos bancos'.
    A Fitch espera que a Alemanha tenha um maior número de grupos bancários regulados pelo BCE, mas assinala que só avaliou entre 65% a 70% dos ativos bancários alemães, uma vez que cerca de 40% dos serviços prestados pela banca a retalho no país permanecem sob supervisão nacional.

  8. <a href="http://www.mt5.com/">Форекс портал</a>
  9. #7
    Banned
    Data de afiliação
    Oct 2012
    Local
    Lusitânia
    Postagens
    57,217
    imagens capturadas
    9 (mais detalhes)
    Accumulated bonus
    11987.91 USD
    Obrigado
    109
    Agradeceu 290 vezes em 243 publicações


    Moody's atribui perspetiva «estável» aos bancos alemães

    A agência de notação financeira Moody's anunciou hoje que elevou a sua perspetiva de «negativa» para «estável» em relação à banca alemã por esta ter melhorado a sua solidez financeira.

    «A perspetiva para o sistema bancário da Alemanha, que tem sido negativa desde abril de 2008, foi alterada para estável», refere a Moody's num relatório, salientando que esta decisão reflete que, «depois de um ano de redução de perdas relacionadas com a crise e melhoria da força do capital, os bancos alemães são agora mais capazes de resistir a choques».


    A melhoria da perspetiva teve em conta vários fatores, alegou a agência de notação financeira, incluindo perspetivas de um ambiente operacional estável devido a uma melhoria da economia e do ambiente de crédito benigno.
    Dinheiro Digital / Lusa

+ Responder ao Tópico

Permissões de postagens

  • You may not post new threads
  • You may not post replies
  • You may not post attachments
  • You may not edit your posts

Select Language