Fórum Forex Brasil

Lugar da Comunidade Forex

photo
Ganhe até
$50000
por convidar amigos
para receber o Bônus StartUp
da InstaForex
Não é necessário investimento!
Comece a negociar sem
investimentos e riscos
COM O NOVO BÔNUS
STARTUP 1000$
Receba o bônus
55%
da InstaForex
em todos os depósitos
+ Responder ao Tópico
Página 76 de 84 First ... 26667475767778 ... Último
Resultados de 751 a 760 de 840

Thread: | Brasil - Notícias |

  1. #751
    Senior Member
    Data de afiliação
    Jul 2018
    Postagens
    285
    Accumulated bonus
    104.60 USD
    Obrigado
    38
    Agradecimentos 486 Tempos em 241 Postagens

    Mercado reduz previsão de alta do PIB de 2019 para 1%

    Os economistas das instituições financeiras reduziram a estimativa de alta do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano de 1,13% para 1%. Foi a 15ª queda consecutiva do indicador. O Boletim foi divulgado pela Focus, que reduziu pela décima-quinta semana seguida a estimativa de crescimento do PIB em 2019.

    O mercado financeiro também começou a revisar a projeção de crescimento para 2020, que começou a recuar. Na semana passada, baixou a estimativa de alta do PIB do ano que vem de 2,50% para 2,23%. Os economistas dos bancos não alteraram a previsão de expansão da economia para 2021 e para 2022 – que continuou em 2,5% para os dois anos.

    Analistas dos bancos também reduziram sua previsão de crescimento da produção industrial para este ano - que caiu de 1,49% para 0,47%. Para 2020, a estimativa de alta continuou em 3%.

    -Taxa de juros - O mercado manteve em 6,5% ao ano a previsão para a taxa Selic no fim de 2019

    -Para o dólar, a projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim de 2019 ficou estável em R$ 3,80 por dólar. Para o fechamento de 2020, permaneceu em R$ 3,80 por dólar.

    -Para o saldo da balança comercial (resultado do total de exportações menos as importações), a projeção em 2019 caiu de US$ 50,50 bilhões para US$ 50,14 bilhões de resultado positivo. Para o ano que vem, a estimativa dos especialistas do mercado subiu de US$ 45,10 bilhões para US$ 45,55 bilhões.

    -A previsão do relatório para a entrada de investimentos estrangeiros diretos no Brasil, em 2019, cresceu de US$ 82,65 bilhões para US$ 83,60 bilhões. Para 2020, a estimativa dos analistas permaneceu em US$ 84,36 bilhões. Lembrando que investidores aguardam desenvolvimentos para a reforma da previdência, algo urgente para o país, retornar ao crescimento, ou pelo menos seguir a caminho, e equilíbrio das contas do governo.

  2. Os seguintes 3 Usuários Dizem Obrigado o a Mpaiva por este post útil:

    Unregistered (3 )

  3. Fb
  4. #752
    Senior Member
    Data de afiliação
    May 2018
    Postagens
    468
    Accumulated bonus
    254.81 USD
    Obrigado
    22
    Agradecimentos 567 Tempos em 325 Postagens

    Itaú Unibanco libera compra de dólar e euro por aplicativo

    Olá pessoal,


    Novidade para clientes do Itaú Unibanco (BOV:ITUB4) poderão realizar a compra de dólar e euro pelo app Itaú. O serviço funciona 24 horas por dia, inclusive aos finais de semana, garantindo a taxa de câmbio do momento. A retirada das notas precisa ser feita em até cinco dias úteis, de acordo com o horário de funcionamento da agência escolhida pelo cliente. São mais de 800 unidades disponíveis, sendo cerca de 270 exclusivas para clientes Personnalité.

    Os clientes podem acompanhar a taxa de câmbio e comprar a moeda de forma rápida e prática pelo aplicativo quando acharem mais conveniente, podendo retirar em espécie na agência mais próxima disponível. A funcionalidade garante maior comodidade e segurança para comprar moeda estrangeira.

    Além de não cobrar tarifa, o cliente também terá condições melhores na taxa de câmbio para comprar dólar e euro pelo celular. Além da compra mobile de dinheiro em espécie, o Itaú também realiza a venda online na internet do cartão pré-pago Itaú Travel Money e recargas pela internet ou celular, além de pagamentos e remessas internacionais.

    No aplicativo do Banco já era possível ver a cotação da moeda, para compra e venda. Uma boa novidade para quem utiliza este tipo de serviço, so devemos focar atentos as taxas de câmbio, pois nem tudo que reluz é ouro.

  5. Os seguintes 2 Usuários Dizem Obrigado o a Mike_Mike por este post útil:

    Não registrado (2 )

  6. #753
    Senior Member
    Data de afiliação
    May 2018
    Postagens
    468
    Accumulated bonus
    254.81 USD
    Obrigado
    22
    Agradecimentos 567 Tempos em 325 Postagens

    Produção industrial tem alta em 10 de 15 regiões em abril, segundo IBGE

    A produção industrial registrou alta na passagem de março para abril em 10 das 15 regiões pesquisadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aponta o levantamento divulgado nesta terça-feira (11) pelo órgão.

    A queda em algumas regiões deve-se a efeitos locais, como, por exemplo, a queda atípica no Pará foi consequência dos efeitos de questões ambientais em Brumadinho. Já São Paulo tem a alta mais intensa já vista, a produção de automóveis fez com que São Paulo, que concentra o maior parque industrial do país, registrasse a alta mais intensa desde junho do ano passado.

    Os piores resultados são do Espírito Santo (-10,3%) e do Pará (-7,8%). Em ambos, a queda foi pressionada principalmente pelo retração do setor extrativo.
    Também acumulam queda no ano Mato Grosso (-4,8%), Minas Gerais (-4,8%), Região Nordeste (-3,4%), Rio de Janeiro (-3,2%), Amazonas (-3,0%), Bahia (-2,9%), São Paulo (-2,6%), Pernambuco (-1,1%) e Goiás (-0,2%).

    Rio Grande do Sul (6,2%) e Paraná (6,2%) registraram os avanços mais elevados no acumulado no ano.

    Em abril, a indústria nacional registrou avanço de 0,3%, na comparação com o mês anterior, informou o IBGE na última terça (4). Apesar do crescimento, no ano o setor acumula queda de 2,7%.
    Last edited by Mike_Mike; 06-11-2019 at 11:28 AM.

  7. Os seguintes 2 Usuários Dizem Obrigado o a Mike_Mike por este post útil:

    Não registrado (2 )

  8. #754
    Senior Member
    Data de afiliação
    Jul 2018
    Postagens
    285
    Accumulated bonus
    104.60 USD
    Obrigado
    38
    Agradecimentos 486 Tempos em 241 Postagens

    Após 3 quedas seguidas, setor de serviços cresce 0,3% em abril

    O volume do setor de serviços cresceu 0,3% em abril, na comparação com o mês anterior, segundo divulgou nesta quinta-feira (13) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na primeira alta no ano.

    Apesar de interromper uma sequência de 3 quedas seguidas, o resultado foi o pior para meses de abril desde 2016 (-1,5%), ficando bem abaixo do registrado em 2018 (0,8%) e 2017 (1%).

    Já na comparação com abril do ano passado, houve queda de 0,7%, segunda taxa negativa seguida neste tipo de comparação.

    Variação do volume de serviços em abril, por atividades:

    Serviços prestados às famílias: 0,1%
    Serviços de alojamento e alimentação: -0,8%
    Outros serviços prestados às famílias: 4,7%
    Serviços de informação e comunicação: 0,7%
    Serviços de tecnologia da informação e comunicação: -0,1%
    Telecomunicações: 0,1%
    Serviços de tecnologia da informação: 0,2%
    Serviços audiovisuais: 1%
    Serviços profissionais, administrativos e complementares: 0,2%
    Serviços técnico-profissionais: 0,4%
    Serviços administrativos e complementares: 1,9%
    Transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio: -0,6%
    Transporte terrestre: -1%
    Transporte aquaviário: 0,9%
    Transporte aéreo: -9,9%
    Armazenagem, serviços auxiliares aos transportes e correio: zero
    Outros serviços: -0,7%

  9. The Following User Says Thank You to Mpaiva For This Useful Post:

    Não registrado (1 )

  10. #755
    Senior Member
    Data de afiliação
    Jun 2018
    Postagens
    389
    Accumulated bonus
    95.50 USD
    Obrigado
    16
    Agradecimentos 615 Tempos em 297 Postagens

    Prévia do PIB - Banco Central indica queda de 0,47% em abril

    O nível de atividade da economia brasileira registrou queda em abril, o primeiro mês do segundo trimestre, segundo informações divulgadas pelo Banco Central nesta sexta-feira (14).

    O chamado Índice de Atividade Econômica do BC (IBC-Br), considerado uma “prévia” do resultado do PIB, apresentou um recuo de 0,47% em abril, na comparação com março de 2019. O resultado foi calculado após ajuste sazonal (uma espécie de “compensação” para comparar períodos diferentes).

    Os números do Banco Central mostram que esse foi o quarto mês seguido de retração do nível de atividade. A última vez que o IBC-Br registrou au

  11. #756
    Senior Member
    Data de afiliação
    Jul 2018
    Postagens
    285
    Accumulated bonus
    104.60 USD
    Obrigado
    38
    Agradecimentos 486 Tempos em 241 Postagens

    Analistas estimam baixa do PIB abaixo de 1%

    Os analistas das instituições financeiras baixaram a estimativa de alta do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano de 1% para 0,93%. Foi a 16ª queda consecutiva do indicador. O mercado financeiro revisou, ainda, a projeção de crescimento para 2020 de 2,23% para 2,20%, registrando a segunda queda seguida no indicador.

    Para 2019, os economistas do mercado financeiro reduziram a expectativa de inflação de 3,89% para 3,84%. A meta central deste ano é de 4,25%, e o intervalo de tolerância do sistema de metas varia de 2,75% a 5,75%. Para 2020, o mercado financeiro manteve em 4% a estimativa de inflação.

    A projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim de 2019 ficou estável em R$ 3,80 por dólar. Para o fechamento de 2020, permaneceu em R$ 3,80 por dólar.

  12. The Following User Says Thank You to Mpaiva For This Useful Post:

    Não registrado (1 )

  13. #757
    Senior Member
    Data de afiliação
    Jun 2018
    Postagens
    389
    Accumulated bonus
    95.50 USD
    Obrigado
    16
    Agradecimentos 615 Tempos em 297 Postagens

    PIB recua 0,9% no trimestre encerrado em abril, FGV

    O Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, teve uma queda de 0,9% no trimestre encerrado em abril, na comparação com o trimestre fechado em janeiro.

    Os dados do Monitor do PIB, divulgados hoje (18), no Rio de Janeiro, pela Fundação Getulio Vargas (FGV), mostram ainda que a economia ficou estável na comparação com o trimestre encerrado em abril de 2018.

    Considerando-se apenas o mês de abril, o PIB caiu 0,1% na comparação com março deste ano e 0,3% na comparação com abril do ano passado. No acumulado de 12 meses, o PIB cresceu 0,6%.

    A queda de 0,9% registrada no trimestre encerrado em abril, na comparação com trimestre finalizado em janeiro, foi provocada por recuos nos três grandes setores produtivos da economia.

    O principal deles, o setor de serviços, caiu 0,2%, puxado pelos transportes (-1,7%). A indústria teve recuo de 1,3%, influenciado pelo extrativismo mineral (-7,2%). Já a agropecuária caiu 2%.

    No lado da demanda, a queda foi puxada pela formação bruta de capital fixo, em outras palavras, os investimentos (-0,7%), e pelas exportações (-6,4%).

    O consumo do governo caiu 0,1%, enquanto o consumo das famílias manteve-se estável. As importações recuaram 8,1%.

  14. #758
    Senior Member
    Data de afiliação
    Jul 2018
    Postagens
    285
    Accumulated bonus
    104.60 USD
    Obrigado
    38
    Agradecimentos 486 Tempos em 241 Postagens

    Taxa básica de juros Selic a 6.5%

    O Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu na última quarta-feira (19), véspera de feriado, manter a taxa básica de juros da economia, a Selic, em 6,5% ao ano. A decisão já era esperada pelos analistas do mercado financeiro.

    Esta é a décima vez consecutiva que a taxa é mantida no menor patamar da série histórica. A Selic serve como referência para as demais taxas de juros cobradas de pessoas e de empresas.

  15. The Following User Says Thank You to Mpaiva For This Useful Post:

    Não registrado (1 )

  16. #759
    Junior Member
    Data de afiliação
    May 2018
    Postagens
    14
    Accumulated bonus
    0.00 USD
    Obrigado
    96
    Agradecimentos 4 Tempos em 3 Postagens
    Nos investimentos pode fazer muita diferença.

  17. Fb
  18. #760
    Senior Member
    Data de afiliação
    May 2018
    Postagens
    468
    Accumulated bonus
    254.81 USD
    Obrigado
    22
    Agradecimentos 567 Tempos em 325 Postagens

    PIB com estimativa de alta de 0.87%

    Os economistas das instituições financeiras baixaram a estimativa de alta do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano de 0,93 para 0,87%. Foi a 17ª queda consecutiva do indicador. A previsão consta no boletim de mercado também conhecido como relatório “Focus”, divulgado nesta segunda-feira (24) pelo Banco Central (BC).

    Para 2019, os economistas do mercado financeiro reduziram a expectativa de inflação de 3,84% para 3,82%. A meta central deste ano é de 4,25%, e o intervalo de tolerância do sistema de metas varia de 2,75% a 5,75%.

    A projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim de 2019 ficou estável em R$ 3,80 por dólar. Para o fechamento de 2020, permaneceu em R$ 3,80 por dólar.

  19. The Following User Says Thank You to Mike_Mike For This Useful Post:

    Não registrado (1 )

+ Responder ao Tópico
Página 76 de 84 First ... 26667475767778 ... Último

Permissões de postagens

  • You may not post new threads
  • You may not post replies
  • You may not post attachments
  • You may not edit your posts