Fórum Forex Brasil

Lugar da Comunidade Forex

photo
Ganhe até
$50000
por convidar amigos
para receber o Bônus StartUp
da InstaForex
Não é necessário investimento!
Comece a negociar sem
investimentos e riscos
COM O NOVO BÔNUS
STARTUP 1000$
Receba o bônus
55%
da InstaForex
em todos os depósitos
+ Responder ao Tópico
Página 1 de 6 123 ... Último
Resultados de 1 a 10 de 56

Thread: Vale do Rio Doce (VALE5) - São Paulo

  1. #1 Fechar a publicação
    Member
    Data de afiliação
    Jan 2013
    Postagens
    28
    Pagamentos acumulados
    11.20 USD
    Obrigado
    0
    Agradecimentos 36 Tempos em 20 Postagens

    Vale do Rio Doce (VALE5) - São Paulo

    Vale do Rio Doce (VALE5
    A falha dos preços em romperem a zona de resistência em 40,05 indica
    a continuação da força atual dos vendedores até a zona de resistência
    rompida em 37,35 (ver linha horizontal azul), que agora atua como
    suporte.
    Como o nosso sistema de negociação possui uma alta porcentagem de
    ganho de compras efetuadas em resistências rompidas que viraram
    suporte, vamos esperar para executar a seguinte oportunidade:
    *) Compra 37,40, com Stop abaixo de 35,50, e Limites em 40,00 e 41,15.


  2. The Following User Says Thank You to Forex Sniper For This Useful Post:

    Não registrado (1 )

  3. Fb
  4. #2 Fechar a publicação
    Banned
    Data de afiliação
    Oct 2012
    Local
    Lusitânia
    Postagens
    7,786
    Pagamentos acumulados
    10765.80 USD
    Obrigado
    38
    Agradecimentos 5,730 Tempos em 4,530 Postagens
    Vale conclui compra de unidade de carvão na Austrália por US$ 156 milhões



    Agência Estado
    A Vale anunciou nesta quinta-feira, 31, ao mercado que concluiu uma opção de compra exercida em junho de 2010 e adquiriu participação adicional de 24,5% no projeto de carvão Belvedere da Aquila Resources Limited. O preço da compra de 150 milhões de dólares australianos, o equivalente a US$ 156 milhões e corresponde ao valor de mercado recentemente determinado por um avaliador independente contratado pela Vale e pela Aquila.

    Segundo comunicado ao mercado, a aquisição está sujeita a aprovações do governo de Queensland, na Austrália. Como resultado desta transação, a Vale aumentará a sua participação em Belvedere para 100%.

    Adicionalmente, a Vale acordou em pagar 20 milhões de dólares australianos, equivalente a US$ 21 milhões, para encerrar os litígios e disputas relativas à Belvedere com a Aquila. Ao todo, a Vale terá pago US$ 338 milhões por 100% de Belvedere.

  5. #3 Fechar a publicação
    Banned
    Data de afiliação
    Oct 2012
    Local
    Lusitânia
    Postagens
    7,786
    Pagamentos acumulados
    10765.80 USD
    Obrigado
    38
    Agradecimentos 5,730 Tempos em 4,530 Postagens
    Produção de minério de ferro da Vale cai quase 1% em 2012

    Reuters
    SÃO PAULO - A produção de minério de ferro da Vale caiu quase 1% em 2012 ante o ano anterior, em função de chuvas que atrapalharam as operações, mas teve uma aceleração no último trimestre, informou a empresa nesta sexta-feira, 1º.

    A produção de 2012 somou 319,96 milhões de toneladas, uma queda de 0,8% ante 2011. No último trimestre do ano a produção de minério de ferro foi de 85,5 milhões de toneladas, 1,9% acima do trimestre anterior e 3,1% a mais que um ano antes.

    "O ano de 2012 foi desafiador, dadas as condições climáticas adversas que afetaram a produção de minério de ferro no Brasil no primeiro trimestre e as paradas em Sudbury, Carborough Downs, VNC e Onça Puma causadas por problemas operacionais", disse a Vale em comunicado.

    Chuvas atingiram níveis anormais nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espiríto Santo, o que restringiu seriamente as atividades de mineração e logística, segundo a empresa.

    Carajás, na Pará, importante polo de produção da empresa, por seu tamanho e pela qualidade do minério, produziu 106,8 milhões de toneladas em 2012, 2,7% abaixo de 2011.

    O Sistema Sudeste, que engloba as minas de Itabira, Mariana e Minas Centrais, produziu 115,6 milhões de toneladas em 2012, com uma queda de 3,8% em comparação a 2011, devido às chuvas do começo do ano.

  6. The Following User Says Thank You to Trader Lusitano For This Useful Post:

    Não registrado (1 )

  7. #4 Fechar a publicação
    Banned
    Data de afiliação
    Oct 2012
    Local
    Lusitânia
    Postagens
    7,786
    Pagamentos acumulados
    10765.80 USD
    Obrigado
    38
    Agradecimentos 5,730 Tempos em 4,530 Postagens



    Mineira brasileira Vale perdeu 250 mil toneladas de carvão devido a chuvas em Moçambique


    A mineira brasileira Vale anunciou na segunda-feira a perda de 250 mil toneladas no embarque de carvão metalúrgico, em virtude do fecho da linha férrea usada para o seu transporte, causado pelas chuvas que afetam Moçambique.

    A segunda maior mineira do mundo, que explora uma mina de carvão em Moatize, Tete, centro de Moçambique, revelou que, no dia 15 de fevereiro, declarou «força maior em determinados contratos de carvão», depois das fortes chuvadas terem interrompido a circulação na linha do Sena, de ligação ao porto da Beira, no Índico.
    «A forte chuva desde o início de fevereiro de 2013 e sua continuidade ao longo dos últimos dias em Tete, Moçambique, criou dificuldades operacionais para a ferrovia Linha do Sena, impactando o transporte de carvão», acrescentou a empresa em comunicado.
    Dinheiro Digital / Lusa

  8. The Following User Says Thank You to Trader Lusitano For This Useful Post:

    Não registrado (1 )

  9. #5 Fechar a publicação
    Banned
    Data de afiliação
    Dec 2012
    Local
    Portugal
    Postagens
    10,740
    Pagamentos acumulados
    15158.40 USD
    Obrigado
    44
    Agradecimentos 5,138 Tempos em 4,088 Postagens
    Lucro líquido da Vale caiu 43% em 2012

    Rio de Janeiro, 27 fev (EFE).- A mineradora Vale obteve em 2012 um lucro líquido básico de R$ 22,182 bilhões, 43% abaixo dos R$ 39,17 bilhões em 2011, quando a companhia alcançou o melhor resultado desde que foi criada há 70 anos.

    O balanço, apresentado hoje depois do fechamento das bolsas de valores, indicou que o faturamento da companhia no ano passado alcançou os R$ 90,953 bilhões, 10% menor que no ano anterior. O lucro bruto de exploração (Ebitda) ajustado foi de R$ 37,434 bilhões.

    Tanto o lucro líquido básico como o Ebitda ajustado excluem, segundo a companhia, algumas linhas escritas ou impressas não relacionadas com a caixa, como perdas na venda de ativos, câmbio e perdas monetárias e outras variáveis que podem reduzir o valor de mercado da empresa.

    "O ano de 2012 foi desafiante para a economia global, que, no meio de um ambiente de incerteza, cresceu abaixo da tendência de longo prazo pelo segundo ano consecutivo", apontou a Vale em comunicado.

    A empresa assinalou que "uma das consequências do cenário macroeconômico adverso foi a queda generalizada dos preços de minerais e metais, com exceção do ouro, um metal precioso cujas cotações são influenciadas por outros fatores". EFE

  10. #6 Fechar a publicação
    Banned
    Data de afiliação
    Oct 2012
    Local
    Lusitânia
    Postagens
    7,786
    Pagamentos acumulados
    10765.80 USD
    Obrigado
    38
    Agradecimentos 5,730 Tempos em 4,530 Postagens
    Vale poderá operar terminal ferroviário de Ponta da Madeira

    A empresa informou ter recebido licença ambiental para operação (LO) do Terminal Ferroviário Ponta da Madeira (PDM), no estado do Maranhão




    São Paulo - A Vale informou, nesta segunda-feira, 29, ter recebido licença ambiental para operação (LO) do Terminal Ferroviário Ponta da Madeira (PDM), no estado do Maranhão, emitida pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Naturais.


    Conforme o comunicado, o terminal ferroviário é parte do projeto CLN 150, estruturado para permitir a expansão da capacidade logística de Carajás para 150 milhões de toneladas métricas de minério de ferro por ano.

    Ainda segundo a nota, a LO expedida permite o funcionamento de todas as novas estruturas construídas: pátios de recepção, linha de acesso aos viradores de vagão (5 e 6), pera (armação) exclusiva para o trem de passageiros, sede de manutenção eletroeletrônica e prédio administrativo do abastecimento.

    A Vale ressalta que já havia conquistado, no início de abril, a licença de operação portuária para o CLN 150, incluindo a parte onshore e offshore. Além das obras no terminal ferroviário e Píer IV, o CLN 150 inclui a expansão de parte da Estrada de Ferro Carajás.

  11. The Following User Says Thank You to Trader Lusitano For This Useful Post:

    Não registrado (1 )

  12. #7 Fechar a publicação
    Senior Member
    Data de afiliação
    Aug 2015
    Postagens
    37
    Pagamentos acumulados
    27.80 USD
    Obrigado
    1
    Agradecimentos 30 Tempos em 24 Postagens


    Produção de minério de ferro da Vale cresce 2,9% no 3º tri e atinge recorde

    Por Marta Nogueira
    RIO DE JANEIRO (Reuters) - A produção de minério de ferro da brasileira Vale teve a melhor performance de sua história no terceiro trimestre, apesar de a companhia paralisar a extração em minas menos eficientes, em meio aos baixos preços da commodity devido ao excedente global.


    A maior produtora global de minério produziu entre julho e setembro um recorde trimestral de 88,225 milhões de toneladas, alta de 2,9 por cento ante o mesmo período de 2014, informou a mineradora nesta segunda-feira em seu relatório de produção.


    Os volumes excluem a produção atribuível à Samarco, joint venture da Vale com a BHP Billiton, além do minério adquirido de terceiros. Na próxima quinta-feira, a companhia publicará o seu balanço financeiro do terceiro trimestre.


    A Vale, maior produtora global de minério de ferro, tem seguido a mesma estratégia das suas grandes rivais australianas Rio Tinto (L:RIO) e BHP Billiton, ao manter forte produção para defender participação de mercado, em meio aos baixos preços internacionais do minério de ferro.
    Em relatório para clientes, o BTG Pactual (SA:BBTG11) afirmou que o crescimento da produção de minério de "apenas" 3 por cento na comparação anual ainda não é suficiente para compensar um ambiente de preços "substancialmente" mais fracos.


    O banco disse que o montante de minério produzido no trimestre foi "decente" e que permanece cauteloso diante do cenário internacional.
    "A vida após a China pode ser mais dolorosa e tememos que o pior ainda esteja por vir", afirmaram os analistas Leonardo Correa e Caio Ribeiro, em relatório.
    O minério de ferro para entrega imediata no porto chinês de Tianjin opera por volta de 52 dólares a tonelada atualmente, ante máximas próximas de 200 dólares há quatro anos.


    A Vale explicou que operações menos eficientes foram desligadas no terceiro trimestre, como parte de sua estratégia de redução de custos, totalizando o encerramento de uma capacidade anualizada de 13 milhões de toneladas.


    Dentre as plantas de beneficiamento que foram paralisadas estão Feijão, Jangada, Pico, Fábrica e Brucutu, em Minas Gerais.
    "No entanto, os ganhos de produtividade em outras operações parcialmente compensaram a paralisação da produção nas plantas de beneficiamento. Também houve redução na compra de minério de terceiros no terceiro trimestre", afirmou a Vale no boletim.


    A produção de Carajás, principal mina da Vale, no Pará, atingiu 33,9 milhões de toneladas no terceiro trimestre, a maior para um terceiro trimestre, principalmente devido ao crescimento da produção das minas de N4WS e N5S e à melhor utilização da capacidade da Planta 2.
    No acumulado do ano até setembro, a Vale produziu recorde de 248 milhões de toneladas, alta de 5 por cento em relação ao mesmo período do ano passado.
    A meta da Vale é produzir 340 milhões de toneladas neste ano, segundo declarações anteriores da companhia. Entretanto, no relatório de produção a empresa não fez menção a esse volume.
    As ações PN da mineradora apresentavam queda de 1,78 por cento na Bovespa, para 14,92 reais, às 12h30.


    NÍQUEL


    A Vale, que também está entre as maiores produtoras de níquel do mundo, atingiu extração de 71,6 mil toneladas da commodity no terceiro trimestre, queda de 0,7 por cento ante um ano antes, segundo relatório de produção da companhia.


    A corretora Cowen & Company afirmou em relatório que o número veio abaixo da sua expectativa que era de 75 mil toneladas no trimestre.
    A mineradora ressaltou que houve um aumento de 6,7 por cento na comparação com o trimestre anterior, como resultado da maior produção em Sudbury, Indonésia e Nova Caledônia após paradas de manutenção no segundo trimestre.

  13. The Following User Says Thank You to Stop Loss For This Useful Post:

    Não registrado (1 )

  14. #8 Fechar a publicação
    Senior Member
    Data de afiliação
    Aug 2016
    Postagens
    1,378
    Pagamentos acumulados
    761.60 USD
    Obrigado
    56
    Agradecimentos 457 Tempos em 314 Postagens
    Vale perde 25% desde a máxima de 2017 com pressão do minério de ferro

    A Vale opera entre as principais baixas do dia após nova queda da cotação do minério de ferro na China nesta madrugada. Com a derrocada da commodity na última semana, a ação toca na mínima desde janeiro.


    O papel abriu fortemente pressionado pelo pessimismo do minério e, após recuperação, cede 1,5% ao final da primeira hora de pregão desta segunda-feira, negociado abaixo dos R$ 26.


    A ação tem acompanhado o movimento da commodity e o derretimento visto nas últimas semanas empurra o papel para o patamar de janeiro, quando o momentum do minério era o inverso.


    Naquele mês, o papel foi negociado no menor valor do ano, a partir de quando, além do minério, foi embalado por bons resultados operacionais e saiu da casa dos R$ 22, até romper os R$ 35 em meados de fevereiro. Desde essa máxima alcançada logo antes do Carnaval, a VALE5 (SA:VALE5) já perdeu mais de 25%.
    A VALE3 (SA:VALE3) acompanha o mesmo comportamento da ação preferencial e cede mais de 1% para tocar nos R$ 27,10. Desde a máxima de R$ 37,28 de intraday em fevereiro, o papel cedeu 27%. A Bradespar (SA:BRAP4) recua 0,8%.


    O Ibovespa opera no positivo após as fortes perdas da última semana e recupera quase 1%, aos 63.350 pontos.

  15. The Following User Says Thank You to Paulo Santos For This Useful Post:

    Não registrado (1 )

  16. #9 Fechar a publicação
    Senior Member Jane_st's Avatar Jane_st's Avatar
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Local
    São Paulo
    Postagens
    322
    Pagamentos acumulados
    69.80 USD
    Obrigado
    12
    Agradecimentos 427 Tempos em 263 Postagens

    Vale recua 10% no pré-mercado em NY; Papel acumula perda de 17%

    O desastre de Brumadinho e as consequências para a Vale (SA:VALE3) continuam a trazer incerteza e pesar sobre o sentimento do investidor sobre o papel da mineradora. Nos EUA, a ADR opera com perdas de 10% no pré-market da bolsa de Nova York.

    Desde sexta-feira, quando a barragem estourou, o ativo recuou 17%, movimento que antecipa a abertura da negociação da ação na B3.

    Até a manhã desta segunda-feira, foram contabilizadas 58 mortes, dos quais 19 corpos já foram identificados, além de 305 desaparecidos.

    A Vale informou ao mercado que suspendeu o pagamento de dividendos, juros sobre o capital próprio e o programa de recompra de ações, além de não pagar bônus aos acionistas em um movimento para fortalecer o caixa da mineradora que será fortemente impactado pelo caso.

    A Justiça já bloqueou R$ 11 bilhões da Vale para garantir indenizações e a reconstrução da área, o que pode prejudicar a posição financeira da companhia, que registrava R$ 24 bilhões em caixa no último balanço.

    Minério em alta

    Na China, o contrato do minério de ferro mais negociado na bolsa de Dalian chegou a subir 6 por cento, para 567,5 iuanes (84,23 dólares) por tonelada, maior nível desde setembro de 2017, antes de devolver parte dos ganhos e fechar com alta de 2,8 por cento, a 550,5 iuanes.

    "O acidente envolve minério de ferro brasileiro de alto teor. No entanto, acho que os preços físicos podem não se alterar tanto quanto os futuros, uma vez que o mercado tem estado muito, muito quieto (antes do Ano Novo Lunar)", disse o analista Richard Lu, da consultoria CRU em Pequim.

    O fechamento da mina Córrego do Feijão resultará em uma redução de 1,5 por cento na produção da Vale, o que terá um impacto "insignificante" sobre a oferta, afirmou Helen Lau, analista da Argonaut Securities.

    Fonte:Reuters

  17. Fb
  18. #10 Fechar a publicação
    Senior Member
    Data de afiliação
    Nov 2017
    Postagens
    508
    Pagamentos acumulados
    134.80 USD
    Obrigado
    26
    Agradecimentos 443 Tempos em 293 Postagens

    Instituto de mineração diz que setor está decidido a fazer mudanças após Brumadinho

    O Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram) afirmou em nota nesta segunda-feira que o setor "está de luto" após o desastre em Brumadinho (MG) e também decidido a fazer drásticas mudanças para aumentar a segurança das barragens.

    "Dando continuidade às ações, o instituto... convocou seu Comitê de Segurança de Barragens de Rejeitos, em caráter de emergência, além de convidar profissionais com reconhecida expertise nas áreas de Engenharia, Geologia e outras", disse.

    Segundo o Ibram, "o debate visa oferecer respostas concretas para maximizar a segurança das barragens".

  19. The Following User Says Thank You to Marcus Moreira For This Useful Post:


+ Responder ao Tópico
Página 1 de 6 123 ... Último

Permissões de postagens

  • You may not post new threads
  • You may not post replies
  • You may not post attachments
  • You may not edit your posts