Fórum Forex Brasil

Lugar da Comunidade Forex

photo
Ganhe até
$50000
por convidar amigos
para receber o Bônus StartUp
da InstaForex
Não é necessário investimento!
Comece a negociar sem
investimentos e riscos
COM O NOVO BÔNUS
STARTUP 1000$
Receba o bônus
55%
da InstaForex
em todos os depósitos
+ Responder ao Tópico
Página 4 de 4 First ... 234
Resultados de 31 a 39 de 39

Thread: Moda

  1. #31
    Senior Member
    Data de afiliação
    Nov 2017
    Postagens
    316
    Accumulated bonus
    30.09 USD
    Obrigado
    43
    Agradecimentos 429 Tempos em 213 Postagens

    SPFW 2019 chega ao fim com polêmicas

    SPFW - São Paulo Fashion Week, encerra em meio a aposta em designer que apostam no coletivo, acontecimentos trágicos também marcaram a semana da moda. o jvem de 26 anos conhecido como Tales Soares de 25 anos, aparentemente gozava de boa saúde passou mal durante o desfile, foi hospitalizado mas veio a óbito, o que causou polêmica durante o evento, após o ocorrido por decisão da equipe e modelos, os desfiles continuaram, Houve também fators como a homenagem a Mariele Franco, pelo estilista Ronaldo Fraga , que focou seu desfile em questões sociais, causou polêmica, por supostamente não ter consultado a familia da homenageada, aliás, direiros autorais existem.

    Enfim, a semana de moda em São Paulo chegou ao seu fim, esperamos que a próxima seja polêmica mas por bons acontecimentos.

  2. The Following User Says Thank You to Yala Balduin For This Useful Post:

    Não registrado (1 )

  3. Fb
  4. #32
    Senior Member
    Data de afiliação
    Nov 2017
    Postagens
    316
    Accumulated bonus
    30.09 USD
    Obrigado
    43
    Agradecimentos 429 Tempos em 213 Postagens

    Dior, Marrakech, cruise 2020

    Olá pessoal,

    Continuando no tópico moda desta vez vamos falar sobre o desfile da marca Dior, que foi simplesmente deslumbrante. O desfile aconteceu no suntuoso palácio El Badi, em Marrakech, Marrocos. A Dior aproveita a sua pré primavera-verão 2020 para mudar tudo nas coleções cruise. Se antes as marcas de luxo simplesmente usavam cenários em outras cidades pra reforçar a ideia que essas meia-estações são direcionadas pra férias (afinal essa é a origem da coleção cruise ou resort), a maison francesa não apenas se inspira em Marrakech mas também conversa criativamente com gente de lá.

    Monsieur Pathé’O, por exemplo, que foi alfaiate do Nelson Mandela; a empresa Uniwax da Costa do Marfim que usa a técnica de estamparia com cera e reinterpretou dois motivos que são muito caros à Dior (o tarô e a toile de Jouy); o projeto social Sumano que preserva e incentiva o savoir-faire de cerâmica e tecelagem do Marrocos e colaborou com a cenografia e um casaco.

    O desfile marca a estreia da Dior no continente africano, e trouxe um trabalho e estudo antropológico para a coleção, com respeito e admiração ao trabalho artesanal, sem a intenção de apropriação cultural, mas a cultura deve ser compartilhada, para que todos possam conhecer e respeitar.

    Outra coisa bacana dessa coleção: nesse espírito de troca, a estilista Maria Grazia Chiuri não apenas olhou pra esses colaboradores locais mas também pra jovens talentos que acrescentaram suas visões em participações especiais. Dentre eles estão: a artista afro-americana Mickalene Thomas e a estilista britânica Grace Wales Bonner, que recriou o New Look com toques caribenhos.

    O fechamento do desfile foi ninguém menos que a diva Diana Ross.
    Name:  dior-en-marrakech.jpg
Views: 49
Size:  124.4 KB

  5. #33
    Senior Member
    Data de afiliação
    Nov 2017
    Postagens
    316
    Accumulated bonus
    30.09 USD
    Obrigado
    43
    Agradecimentos 429 Tempos em 213 Postagens

    Ditadura de estilos de cabelo?Cachos perfeitos ou liso?

    A moda abrange todas as esferas, atualmente está em destaque a autonomia de decidir o que fazer com seu pró´rio cabelo. A ditadura do liso e perfeito é mais bonito e aceito, está em questionamento, na realidade, é só um estilo preferido por muitas mulheres. Atualmente dita-se que os cachos tem que ser liberados e usados, aceitar-se como verdadeiramente é é proclamado. Mas se antes vivíamos a ditadura do liso, agora será que não estamos vivendo outra - a ditadura dos cachos perfeitos? libertar de padrões impostos pela sociedade e resolvemos nos aceitar, mas nos aceitar de qual maneira? Você parou de alisar o cabelo e conseguiu vencer a neura de cabelos completamente lisos, mas entrou em outra cadeia de cachos super definidos. Pare e pense:

    Você não precisa ter o cabelo super definido, perfeito, domado ou sem volume.

    Aceite sua textura, aprenda a gostar de você como realmente é. Todo cabelo tem sua beleza. Não devemos buscar a beleza do seu no outro!

    O cabelo ideal é o que combina com você, e que você se sente bem , bonita segura indiferente dos padrões ditados, aprenda a cuidar e tire o melhor dele.

    A aceitação do cabelo natural vai muito além de um cabelo, é você entender que você pode ser linda da maneira que você quiser. Não se prenda a padrões. Seja feliz! Ou não, se não gosta do seu cabelo, cada um tem o direito de mudar fazer o que quiser. Não devemos militar em prol de algo para tirar a liberdade e vontade alheia. A moda quem faz é você.

  6. Os seguintes 2 Usuários Dizem Obrigado o a Yala Balduin por este post útil:

    Não registrado (2 )

  7. #34
    Senior Member
    Data de afiliação
    Nov 2017
    Postagens
    135
    Accumulated bonus
    19.80 USD
    Obrigado
    86
    Agradecimentos 187 Tempos em 82 Postagens

    Dior veste o homem imaculado naa Semana de Moda Masculina de Paris

    A Dior apresentou uma coleção imaculada em seu desfile masculino nesta sexta-feira em Paris, que contou com a presença de J Balvin junto com a argentina Valentina Ferrer.

    Na reta final da Semana de Moda masculina, o diretor artístico Kim Jones celebrou seu primeiro aniversário na casa de luxo com a ideia "de continuar fazendo o negócio crescer e reforçar" seu estilo, contou o estilista à AFP antes do desfile.

    Famosos fiéis à Dior, como Lily Allen e Kate Moss, se deixaram ver no desfile realizado ao lado do elegante Instituto do Mundo Árabe, a metros do Sena. O cantor colombiano J Balvin assistiu ao desfile com o cabelo pintado de várias cores. O cantor colombiano Maluma também esteve presente na Semana de Moda.

    Kim Jones apresentou para a próxima primavera-verão ternos de corte perfeito, com tons pastéis e uniformes. Repetiu as faixas penduradas em um dos lados da lapela ou que se cruzam para cortar a monotonia do terno que já apresentou em sua última coleção, de janeiro.

    Reinterpretou uma das estampas icônicas da Dior, a página de jornal idealizada em 2000 por John Galliano, e incorporou as jaquetas plissadas laranjas ou azuis pintadas à mão. O tom mais alegre foi o rosa, como uma jaqueta com capuz e óculos de sol combinando.

    O britânico costuma se associar a um artista para suas coleções e nesta ocasião escolheu o prolífico Daniel Arsham, baseado em Nova York, que trabalhou com o conceito de relíquia, apresentando um suéter bege que parece fissurado pela passagem do tempo.

    Nesta Semana de Moda em que as marcas exaltaram uma peça tão anódina como as meias, a Dior não foi exceção e as exibiu através de botas de borracha transparentes.

    Os complementos são da mesma cor que as roupas e chama a atenção uma pequena mala com rodas que se carrega na horizontal, como se fosse uma bolsa, e um acessório em forma de geladeira em que está apoiada uma garrafa de champanhe.

    A Semana de Moda masculina terminou no domingo com o desfile da Celine.

  8. Os seguintes 2 Usuários Dizem Obrigado o a Khris Mathias por este post útil:

    Não registrado (2 )

  9. #35
    Senior Member
    Data de afiliação
    Nov 2017
    Postagens
    316
    Accumulated bonus
    30.09 USD
    Obrigado
    43
    Agradecimentos 429 Tempos em 213 Postagens

    O poder da Fast-fashion

    Fast-fashion, traduzido como moda rápida, é o termo utilizado por marcas que possuem uma política de produção rápida e contínua de suas peças, trocando as coleções semanalmente, ou até diariamente, levando ao consumidor as últimas tendências da moda em tempo recorde e com preços acessíveis.

    O conceito foi criado na Europa por grandes varejistas, como H&M, Zara e Top Shop. No Brasil, grandes redes de varejo, como a C&A, a Renner e a Riachuelo, aderiram à tendência, inclusive em parceria com renomados estilistas nacionais, entre eles Isabela Capeto, Oskar Metsavaht (Osklen) e Maria Bonita Extra.

    O mais curioso no fast-fashion é como realmente funciona, ou seja, quais os critérios usados para o sucesso desse sistema em uma loja ou marca. Na realidade, quem escolhe o que fica ou o que sai das araras são os próprios consumidores. As marcas aproveitam o que o consumidor tem de melhor, não através do poder aquisitivo, mas sim através do conhecimento de mercado e do estilo que cada um tem.

    O mais curioso do fast fashion é que além de comprar e dar lucro direto à marca, o consumidor também trabalha para a empresa. O grande mérito de ma verdadeira fast-fashion é dar poder aos seus clientes, pois, eles norteiam as empresas a produzirem novas peças a partir da oferta e da demanda dos produtos.

    Essas peças são desenvolvidas de acordo com os desejos do mercado, diferente das coleções pret-à-porter (prontas para levar), que já oferecem uma coleção inteira pronta a cada temporada.

    Pois é, a moda democratizada e ao alcance de todos, até grandes marcas de luxo que utilizam super celebridades para desfilar com suas criações, entendeu que acessibilidade é o que se pede no momento, e, em um mundo onde parecerias para superar a crise e se sobressair no mercado, e até mesmo sobrevier o fast-fashion consegue cada vez mais adeptos, a Riachuello por exemplo, preferiu uma parceria com a marca Versace, com direito a desfile na São Paulo Fashion Week., a escolha foi feita por se tratar de uma marca mais conhecida pelo público. Fast-fashion veio para ficar, e que venha a democratização da moda, sem perder sua essência.
    Last edited by Yala Balduin; 06-26-2019 at 05:41 PM.

  10. Os seguintes 3 Usuários Dizem Obrigado o a Yala Balduin por este post útil:

    Não registrado (3 )

  11. #36
    Senior Member
    Data de afiliação
    Nov 2017
    Postagens
    316
    Accumulated bonus
    30.09 USD
    Obrigado
    43
    Agradecimentos 429 Tempos em 213 Postagens

    Moda em tempos de crise

    Bem pessoal, já não é novidade que estamos vivendo em tempos de crise, elas podem ser sazonais vão e vem, pode ser de origem política devido a contantes tumultos divergências de ideais e pensamentos, enfim, o fato é que nos questionamos como a moda pode sobreviver a tudo isto, inovação, inovação e mais inovação.

    As pessoas de fato não querem gastar, atualmente, os consumidores tendem a ser mais cuidadosos com seus gastos, e se o fazem certamente será com grande cautela.

    Quando se trata de moda, quem nunca se pegou contestando colunas dos “must have items” de revistas e sites? Se você é brasileiro e recebe cartas motivacionais de empresas como a Visa, Casan, Celesc (CEB, Caesb) já deve ter notado que está cada vez mais complicado ter momentos incríveis envolvendo compras sem que ‘gastar mais que o orçamento’ esteja envolvido. Afinal , ficar na moda mas falido não é saudável, a garota do filme "os delírios de consumo de becky bloom" quem diga né.

    Em tempos não tão favoráveis, mas que não devemos deixar a bola cair, use técnicas que podem ajudá-la (lo), por exemplo:

    Reavalie seus desejos

    Desejos são íntimos e pessoais e não estão diretamente ligados às necessidades. Muitas vezes compramos itens desnecessários que não acrescentam nada além de peso ao seu armário. É importante conhecer suas necessidades e sua rotina para não comprar errado e jogar dinheiro fora.

    Pergunte-se - preciso mesmo disso? o famoso confronto - Expectativa vs Realidade

    Onde você mora? Você tem carro? Quais locais frequenta? Quais peças estão faltando e quais estão sobrando na sua vida?

    Não adianta gastar rios de dinheiro com sapatos e não ter uma camiseta decente para usar. Independente do tamanho do seu manequim ou estilo é importante visualizar seu armário como um todo e ter uma noção do que está faltando e do que você tem de sobra.

    Enfrente a realidade

    Muitas vezes investir em uma boa costureira e comprar um tecido incrível pode ter mais efeito do que gastar a mesma quantia com peças de marcas de fast fashion com peças com acabamento bem mais pobre e caimento pior do que a da ‘tiazinha’ da sua quadra ou bairro, ela pode ser sua grande aliada, além disso, estará ajudando um empreendedor local.

    Peças sob medida: exclusividade e caimento incrível

    Nada mais incrível do que ter uma peça feita para você. Pode parecer besteira, mas a modelagem industrial não é perfeita muitas vezes deixa a desejar. Nenhum corpo é igual, melhor sempre é ter uma costureira fazer tudo de acordo com as suas formas. Acho que além de incentivar a produção e o crescimento da sua cidade localmente, te proporciona peças incríveis que podem ser adaptadas para a sua realidade.

    A busca por um equilíbrio entre o consumo e a vida. Viver comprando itens caros para preencher vazios emocionais não é saudável e não adiciona nada a ninguém. Acredito em ter um armário com peças que signifiquem algo para você e que sirvam em você, te façam feliz. Se vestir não é sobre usar uma marca ou outra, é sobre expressar-se, mostrar um pouco mais do nosso universo pessoal ao mundo.

    Nossas escolhas refletem não apenas nosso humor, mas nosso modo de viver, onde caminhamos o que gostamos de fazer. Ser escravo de tendências é ignorar as suas próprias necessidades. Adaptar-se é o que importa, nossas escolhas refletem não apenas nosso humor, mas nosso modo de viver, onde caminhamos o que gostamos de fazer. Ser escravo de tendências é também não ter personalidade, a não ser que haja identificação com quem você é ou quer ser, e bolso para isso. Moda é investimento, ao comprar um item, pense quantas vezes irá usar para valor o preço pago, está suprindo suas necessidades reais? está mostrando quem você é? Isto é o que importa, cada um tem sua própria identidade, assim como uma boa carteira de investimento pode servir para um investidor mas para outro não.

    Lembre-se que o estilo vai além de marcas, é uma jornada de autoconhecimento. E você já embarcou na sua?

  12. Os seguintes 2 Usuários Dizem Obrigado o a Yala Balduin por este post útil:

    Não registrado (2 )

  13. #37
    Senior Member
    Data de afiliação
    Aug 2018
    Postagens
    107
    Accumulated bonus
    33.94 USD
    Obrigado
    12
    Agradecimentos 226 Tempos em 93 Postagens
    Bem esse negócio de fast fashion é um incentivo para o consumo desenfreado, qualidade e durabilidade combinado com preços e realidade devem ser a moda do momento.

  14. Os seguintes 2 Usuários Dizem Obrigado o a MasterMercados por este post útil:

    Não registrado (2 )

  15. #38
    Senior Member
    Data de afiliação
    Nov 2017
    Postagens
    316
    Accumulated bonus
    30.09 USD
    Obrigado
    43
    Agradecimentos 429 Tempos em 213 Postagens

    Consumo desenfreado sairá de moda segundo especialistas

    A tendência predominante entre fashionistas em 2020 não será a obsessão em comprar roupas mais modernas. Especialista em moda, afirmam que as pessoas estarão mais interessadas em ter acesso às peças. O futuro é a sustentabilidade.

    Segundo a cofundadora e presidente da empresa de aluguel de roupas Rent the Runway, Jennifer Hyman, o mundo da moda sobrevive baseado em um mito, de que o consumidor precisa consumir mais e mais.

    Jennifer fez uma palestra onde falou sobre o futuro da sustentabilidade na moda, o evento fez parte da segunda cúpula anual The Year Ahead: Luxury, organizada pela Bloomberg na sede da empresa em Manhattan. Segundo ela, a crescente preocupação com o impacto da mudança climática e a crescente preferência por apartamentos urbanos – tornou consumidores millennials mais conscientes do acúmulo de coisas em casa,o orgulho do acesso é o novo luxo. Consumir de forma mais consciente é a maior preocupação dos consumidores.

    A durabilidade como por exemplo, a lavagem e possibilidade de reutilização de uma peça, acesso as peças disponíveis no guarda roupas, e sua usabilidade será a maior preocupação. Segundo ela, o orgulho da posse não mais existe. Pessoas que possuem peças que nunca usaram no guarda-roupa, procurarão por acesso, e não mais ter uma peça que nunca usará.

    Os designers estarão mais focados em fabricar produtos mais sustentáveis ​​no futuro. Segundo ela, startups, designers e marcas que visam ajudar as pessoas a ter acesso a roupas, desde empresas que oferecem serviços de assinatura, como Stitch Fix e Le Tote seguem a ideia da Rent the Runway.

    Novos modelos de negócios irão surgir visando sustentabilidade e acesso, e não o consumo desenfreado "fast Fashion".

  16. The Following User Says Thank You to Yala Balduin For This Useful Post:

    Não registrado (1 )

  17. Fb
  18. #39
    Senior Member
    Data de afiliação
    Nov 2017
    Postagens
    316
    Accumulated bonus
    30.09 USD
    Obrigado
    43
    Agradecimentos 429 Tempos em 213 Postagens

    Looks sustentáveis bmarcam o Oscar 2020

    O tapete vermelho do Oscar 2020 foi marcado por looks sustentáveis, pois a sustentabilidade na moda vem conquistando cada vez mais as celebridades. Iniciativas como o Green Carpet Challenge mobilizam os famosos (as) que usam seu pode de influência para apresentar opções eco-friendly "ecologicamente correto" e ensinar ao grande público que considerar o meio ambiente na hora de se vestir não significa em nada deixar de lado o estilo - nem mesmo para looks de festa. A mensagem é poderosa e extremamente importante nos dias de hoje.

    Entre os homens por exemplo, Joaquin Phoenix que levou mais um prêmio de melhor ator por sua atuação em Coringa, repetiu o mesmo terno Stella McCartney - produzido a partir de materia. O ator-mirim Ronan Griffin-Davis, de Jojo Rabbit, também repetiu seu terno de lapelas laranja.

    Aliás, repetir é a forma mais efetiva de impactar menos o meio ambiente com escolhas conscientes de moda.

    Entre as mulheres, quem também repetiu seu look foi Jane Fonda, famosa por seu ativismo, subiu ao palco do Oscar repetindo o vestido que usou no Festival de Cinema de Cannes em 2014 - um longo vermelho alta-costura Elie Saab coberto de cristais.Aliás a atriz assumoiu um compromisso de nunca maios comprar roupas em novembro do ano passado, para ela isso é algo secundário, e é preciso muito mais para construir sua identidade. Bem, será que todos compram/reutilizam esta ideia?

    Saoirse Ronan, por sua vez, usou seu look para levantar a bandeira do reaproveitamento de materiais:usando um longo Gucci produzido usando o mesmo tecido de seu vestido preto do último BAFTA.

    Kaitlyn Dever e Lea Seydoux foram os rostos da única colaboração da Eco-Age da noite, com a Louis Vuitton. Nicolas Ghesquière, diretor criativo da maison francesa, criou as peças usando apenas materiais de fontes sustentáveis, como seda orgânica.

    Elena Andreicheva, que levou o Oscar de melhor documentário em curta-metragem por “Learning to Skateboard in a Warzone (If You’re a Girl)", também aderiu ao Green Carpet Challenge, usando um vestido feito de material sustentável.

    Olivia Colman também seguiu a rota eco-friendly de longo Stella McCartney. Por fim, e não menos bela Margot Robbie mostrou o apelo atemporal e infalível do vintage, à bordo de um longo saído da passarela de verão 1994 alta-costura da Chanel.

    A ideia é boa, e definitivamente, o sustentável nunca foi tão cool - e urgente.

  19. The Following User Says Thank You to Yala Balduin For This Useful Post:

    Não registrado (1 )

+ Responder ao Tópico
Página 4 de 4 First ... 234

Permissões de postagens

  • You may not post new threads
  • You may not post replies
  • You may not post attachments
  • You may not edit your posts