Fórum Forex Brasil

Lugar da Comunidade Forex

photo
Ganhe até
$50000
por convidar amigos
para receber o Bônus StartUp
da InstaForex
Não é necessário investimento!
Comece a negociar sem
investimentos e riscos
COM O NOVO BÔNUS
STARTUP 1000$
Receba o bônus
55%
da InstaForex
em todos os depósitos
+ Responder ao Tópico
Resultados de 1 a 6 de 6

Thread: Música

  1. #1 Fechar a publicação

  2. Os seguintes 2 Usuários Dizem Obrigado o a ulier22 por este post útil:

    Não registrado (2 )

  3. Fb
  4. #2 Fechar a publicação

  5. #3 Fechar a publicação
    Junior Member
    Data de afiliação
    Jul 2020
    Postagens
    27
    Pagamentos acumulados
    3.40 USD
    Obrigado
    1
    Agradecimentos 7 Tempos em 7 Postagens
    https://m.youtube.com/watch?v=LXXQLa-5n5w

    ---------- Post added at 01:12 PM ---------- Previous post was at 01:09 PM ----------

    https://youtu.be/JVDyowAzBrU

  6. The Following User Says Thank You to Lipipe For This Useful Post:

    Antonio.IFX (07-31-2020)

  7. #4 Fechar a publicação
    Senior Member
    Data de afiliação
    Feb 2019
    Postagens
    256
    Pagamentos acumulados
    49.00 USD
    Obrigado
    5
    Agradecimentos 143 Tempos em 88 Postagens
    Eu vi esse clip. Ela está com cabelo curtinho...

  8. #5 Fechar a publicação
    Junior Member
    Data de afiliação
    Jul 2020
    Postagens
    27
    Pagamentos acumulados
    3.40 USD
    Obrigado
    1
    Agradecimentos 7 Tempos em 7 Postagens
    ROCK

    Rock é adorado por multidões e teve seu auge nos anos 1970 e 1980.


    O rock 'n' roll é um gênero musical que teve origem nos Estados Unidos (EUA) a partir dos anos 1950, popularizando-se por todo o mundo. Mais do que um estilo musical com ritmo contagiante, é conhecido por ter um apelo comportamental e visual cheio de irreverência e atitude.

    Geralmente, as bandas de rock são formadas por um vocalista, um baixista, um baterista e um ou dois guitarristas. Alguns grupos podem usar teclado ou percussão, dependendo do estilo, mas a guitarra elétrica é, desde os primórdios, a marca registrada.


    Os nomes mais conhecidos do rock nasceram nos EUA e na Inglaterra. O gênero musical tem diversas divisões, entre as quais Rock Clássico, Hard Rock, Heavy Metal, Indie Rock, Glam Rock, Punk Rock, Grunge, Rock Progressivo e Country Rock.

    Embora exista desde os anos 1950, o rock teve seu auge nas décadas de 1970 e, especialmente, 1980, quando nasceram as principais bandas do gênero, as quais passaram a atrair multidões durante shows em estádios e festivais.

    Desde os anos 2000, o estilo musical tem perdido espaço para o hip hop, pop, entre outros. Contudo, quem aprecia o rock se mantém fiel, continuando a lotar os shows. No Brasil, a maioria dos espetáculos atrai muitos fãs e espectadores.


    Confira a seguir uma revisão, década a década, dos principais acontecimentos, bandas e discos.


    Década de 50


    Elvis Presley é considerado o “rei do rock”
    Crédito: Dan Kosmayer / Shutterstock

    A história do rock começou com uma mescla de elementos do pop e do rockabilly, com pitadas de country e rhythm & blues. Os norte-americanos Jerry Lee Lewis, Johnny Cash, Bill Haley e Chuck Berry, conhecido como o “pai do rock”, foram alguns dos precursores.

    Porém, o estilo musical tornou-se mais popular por meio das apresentações de Elvis Presley, considerado por muitos o “rei do rock”. O cantor prezava não só pela imagem como pelos passos de dança, vistos como inovadores à época.

    Na década de 1950, o cinema ajudou a propagar o rock, inclusive com Elvis, e em filmes como O selvagem e Juventude transviada, que mostravam personagens rebeldes usando jeans, jaquetas de couro, botas e outros adereços que se tornaram elementos característicos desse estilo.

    Foi na década de 1950 que nasceu a guitarra elétrica, instrumento que se tornou um dos símbolos do rock. Os guitarristas costumavam tocar riffs (progressão de acordes) nos shows, momento durante o qual são aclamados pelo público até hoje.

    Década de 60

    Nos anos 1960, apareceram alguns dos artistas e bandas de rock mais clássicos e que ajudaram a difundir o estilo musical pelo mundo. Entre eles, podemos citar The Doors, Jimi Hendrix, Janis Joplin, Bob Dylan e Velvet Underground.

    As inglesas The Beatles e The Rolling Stones são as primeiras bandas mais famosas de rock. Enquanto aquela – fenômeno à época com sua Beatlemania – adotava uma atitude mais careta, com ternos e cabelos bem cortados, a segunda, em atividade até hoje, se caracteriza pela rebeldia e ousadia, em especial do seu vocalista, Mick Jagger.

    No final dos anos 1960 surgiram outros subgêneros do rock, como o folk rock, o rock psicodélico e o rock progressivo. Importantes bandas desse último estilo foram Yes e Pink Floyd, muito lembrada por ter capas de disco icônicas, como The Dark Side of the Moon (1973), e por apresentar em seus shows efeitos visuais e sonoros, inéditos até aquele momento.

    Veja também: O que é música

    De 15 a 17 de agosto de 1969, foi realizado nos EUA o lendário Festival Woodstock. Vários artistas ficaram famosos após se apresentarem, tais como The Who, Jimi Hendrix, Creedence Clearwater Revival e Carlos Santana.

    O rock no Brasil começou a tomar forma nos anos 60, tendo nomes importantes como Zé Ramalho, Rita Lee e os Mutantes, além do grupo Jovem Guarda, composto por Roberto Carlos, Erasmo Carlos e outros.

    Década de 70

    Várias bandas de rock de renome e que existem até hoje nasceram nessa década. Duas das principais são as inglesas Led Zeppelin, lembrada como a precursora do hard rock e do heavy metal, e Black Sabbath, tida como a tradução exata do heavy metal. Ao longo da década, surgiram outros grupos fundamentais desse subgênero, como Judas Priest, Iron Maiden e Motorhead.

    Também nos anos 70 popularizou-se o chamado rock de arena, com bandas capazes de lotar estádios, tais como Queen, Kiss, Aerosmith, Scorpions e AC/DC.

    No final de década, surgiu mais um subgênero do rock, o punk, que teve como principais nomes os norte-americanos Ramones e os ingleses The Clash e Sex Pistols.

    Leia também: Punk rock

    Bandas como Deep Purple, Van Halen, Alice Cooper e Rainbow, com Ronnie James Dio, considerado por muitos como a melhor voz do heavy metal, também nasceram nos anos 70. Outras figuras importantes para o rock nessa década foram Eric Clapton e David Bowie, mais conhecido como camaleão do rock.

    No Brasil, nomes como Raul Seixas, Novos Baianos e Secos e Molhados, com Ney Matogrosso, tiveram destaque.

    Década de 80

    Os anos 80 ficaram famosos pelas vestimentas ousadas e coloridas, com maquiagens e penteados considerados extravagantes por alguns. Surgiram inúmeras bandas, em especial de hard rock, que tinham muito apelo visual, como Guns N’ Roses, Poison, Motley Crue, Bon Jovi e Def Leppard.

    Embora tenha sido formado no final dos anos 1970, o grupo irlandês U2 lançou alguns dos seus discos de maior sucesso nessa década. Bandas com outros estilos de rock como The Smiths, REM, Talking Heads, The Police, Dire Straits e The Cure também merecem ser lembradas.

    O heavy metal manteve-se firme nos anos 1980, com o surgimento de nomes representativos do thrash metal, entre os quais Metallica, Megadeth e Slayer. Também apareceram grupos mais extremos, ligados ao black metal, como Venom, Bathory e Mercyful Fate.

    Ainda dentro desse estilo de rock, o Iron Maiden ou Donzela de Ferro tornou-se uma das principais bandas do gênero, atraindo adoradores em várias partes do mundo nos seus espetáculos com o famoso boneco Eddie the Head.

    No Brasil, grupos de muito sucesso, a maioria em atividade até hoje, foram Legião Urbana, Barão Vermelho, Capital Inicial, Paralamas do Sucesso, Titãs, RPM, Plebe Rude, entre outros.

    Em 1985, o Rio de Janeiro foi palco, pela primeira vez, do maior festival de música brasileiro, o Rock in Rio. Na ocasião, bandas no seu auge fizeram shows memoráveis, como Iron Maiden, Queen, AC/DC, Whitesnake e Ozzy.

    Em meados dos anos 1980, foi criado o Sepultura, tido por alguns como a maior banda de heavy metal brasileira.

    Década de 90

    O heavy metal e o hard rock ficaram à margem nessa década, uma vez que o grunge foi o estilo musical que imperou, tendo como maiores representantes grupos de Seattle (EUA): Nirvana, Alice in Chains e Pearl Jam.

    Nessa década surgiu ainda uma avalanche de bandas britânicas que obtiveram sucesso considerável, sendo conhecidas como Britpop. Oasis, Radiohead e Blur são alguns grupos que se encaixam nesse subgênero.

    Criada no final da década de 1980, a norte-americana Red Hot Chilli Peppers obteve muito sucesso nos anos 90, sendo até hoje um grupo que atrai multidões aos seus shows.

    Outras bandas de funk metal merecem ser ressaltadas, como Faith no More e Extreme, mais conhecido pela balada “More than words”.

    Na final década de 1990, floresceu o new metal, com grupos como Korn, Slipknot, Linkin Park etc. O funk pop foi bem representado por The Offspring e Green Day, por exemplo. Outro que teve carreira de muito êxito foi Marylin Manson.

    O Sepultura alcançou sucesso não só em âmbito nacional como mundial. Surgiram novos grupos de metal, a exemplo de Angra, Viper e Korzus. Planet Hemp e Charlie Brown Jr. são outros brasileiros que merecem ser lembrados.

    Houve ainda bandas que misturavam rock com músicas nordestinas ou humor, como Mamonas Assassinas e Raimundos. Também nasceram nessa década e têm destaque até hoje grupos como os mineiros Skank e Jota Quest.

    Década de 2000

    Essa década foi o auge do indie rock, com bandas como The Strokes, Artic Monkeys e Franz Ferdinand. Também tomaram forma grupos de vários estilos de rock, como Evanescence, Muse, Queens of the Stone Age, System of a Down e The Killers.


    Ainda nessa década, popularizou-se o estilo de rock emo, tendo como representantes bandas como 30 Seconds to Mars e My Chemical Romance.

    Coldplay e Foo Fighters são grupos que começaram a ter sucesso nos anos 2000 e até hoje levam multidões aos shows.

    O Brasil foi representado nessa década por bandas como CPM 22, Detonautas, O Rappa, a cantora Pitty, entre muitos outros.

    E o rock hoje em dia?
    Assim como nos demais estilos musicais, a propagação do rock pelo mundo passou por mudanças nos últimos anos. Antes, o ouvinte esperava ansiosamente que o disco ou compact disc (CD) chegasse às lojas. Hoje, ele pode ouvir os hits pela internet, por meio de programas de streaming e aplicativos de vídeos, como o YouTube.

    Para os fãs, essa instantaneidade é excelente, já que eles podem se deliciar com as músicas que tanto apreciam e saber cada vez mais detalhes sobre seus ídolos pela internet. Já para os músicos, nem tanto, pois há queda no número de vendas dos produtos audiovisuais.

    Outro destaque desde os anos 2000 é o crescimento de festivais de rock pelo mundo, tais como o já citado Rock in Rio, Monsters of Rock, Ozzfest, Wacken Open Air, entre outros.

    ---------- Post added at 08:08 PM ---------- Previous post was at 08:06 PM ----------

    FUNK
    ARTES

    O funk é um estilo musical que surgiu através da música negra norte-americana no final da década de 1960. Na verdade, o funk se originou a partir da soul music, tendo uma batida mais pronunciada e algumas influências do R&B, rock e da música psicodélica. De fato, as características desse estilo musical são: ritmo sincopado, a densa linha de baixo, uma seção de metais forte e rítmica, além de uma percussão (batida) marcante e dançante.

    Década de 60: O Funk Indecente


    O funk surgiu como uma “mescla” entre os estilos R&B, jazz e soul. No início, o estilo era considerado indecente, pois a palavra “funk” tinha conotações sexuais na língua inglesa. O funk acabou incorporando a característica, tem uma música com um ritmo mais lento e dançante, sexy, solto, com frases repetidas.

    Década de 70: O P-Funk

    A alteração mais característica do funk, na década de 70, foi feita por George Clinton, com suas bandas Parliament, e, posteriormente, Funkadelic. Tratava-se de um funk mais pesado, influenciado pela psicodelia, dando origem ao subgênero chamado P-Funk. Nesse período surgiram renomadas bandas como B.T. Express, Commodores, Earth Wind & Fire, War, Lakeside, Brass Construction, Kool & The Gang, etc.


    Década de 80 e Contexto Atual: As Fusões Comerciais

    A década de 80 serviu para “quebrar” o funk tradicional e transformá-lo em vários outros subgêneros, de acordo com o gosto do ouvinte, já que a música nesse período era extremamente comercial. Seus derivados rap, hip-hop e break ganhavam uma força gigantesca nos EUA através de bandas como Sugarhill Gang e Soulsonic Force.
    No final dos anos 80, surgiu a house music. Derivado do funk, esse estilo tinha como característica a mistura do funk tradicional com samplers e efeitos sonoros eletrônicos.

    A house music foi um novo fenômeno nas pistas de dança do mundo inteiro. Um pouco mais recente, o funk sofreu alterações para o lado do metal, com a fusão de guitarras distorcidas de heavy-metal com batida do funk através de bandas atuais como Red Hot Chili Peppers e Faith No More.

    O derivado do funk mais presente no Brasil é o funk carioca. Na verdade, essa alteração surgiu nos anos 80 e foi influenciada por um novo ritmo originário da Flórida, o Miami Bass, que dispunha de músicas erotizadas e batidas mais rápidas. Depois de 1989, os bailes funk começaram a atrair muitas pessoas. Inicialmente as letras falavam sobre drogas, armas e a vida nas favelas, posteriormente a temática principal do funk veio a ser a erótica, com letras de conotação sexual e de duplo sentido. O funk carioca é bastante popular em várias partes do Brasil e inclusive no exterior, chegou a ser uma das grandes sensações do verão europeu em 2005.

    ---------- Post added at 08:12 PM ---------- Previous post was at 08:08 PM ----------

    Soul music ou apenas soul é um gênero musical popular que se originou na comunidade afro-americana dos Estados Unidos nos anos 1950 e no início dos anos 1960.[1] Combina elementos da música gospel afro-americana, rhythm and blues e jazz. A soul music tornou-se popular para dançar e ouvir nos Estados Unidos, onde gravadoras como Motown, Atlantic e Stax foram influentes durante o Movimento dos Direitos Civis. A soul music também se tornou popular em todo o mundo, influenciando diretamente o rock e a música da África.[2]

    Durante a mesma época, o termo soul já era usado nos Estados Unidos como um adjetivo usado em referência ao afro-americano, como em "soul food" ("comida de alma").[3] Esse uso apareceu justamente numa época de vários movimentos sociais, tanto com a revolução dos jovens, como os movimentos antiguerra e antirracistas. Por consequência, a "música soul" nada mais era que uma referência à música negra, independentemente de gênero.[4]

    Durante a década de 1960, surgiu até o programa de televisão estadunidense Soul Train, que apresentava os sucessos da música negra dos Estados Unidos, independentemente do gênero do sucesso musical. Ainda no rhythm and blues, a popular dupla Sam & Dave escreveu um sucesso que ressurgiu mais tarde no filme Blues Brothers, no qual interpretam a canção "Soul Man". Sua letra cita "(…) eu sou um homem negro (…)".[5]

    De acordo com o Hall da Fama do Rock and Roll, soul é "música que surgiu da experiência negra na América através da transmutação do gospel, rhythm and blues em uma forma de testemunho secular e funky".[6] Ritmos cativantes, enfatizados por palmas e movimentos corporais extemporâneos, são uma característica importante da soul music. Outras características são uma chamada e resposta entre o vocalista principal e o refrão e um som vocal especialmente tenso. O estilo também usa ocasionalmente adições improvisadas, rodopios e sons auxiliares.[7] A música soul refletia a identidade afro-americana e enfatizava a importância de uma cultura afro-americana. A consciência afro-americana recém-descoberta levou a novos estilos de música, que desmostravam o orgulho de ser negro.[8]

    A soul music dominou as paradas de R&B dos Estados Unidos na década de 1960, e muitas gravações passaram para as paradas pop nos Estados Unidos, na Grã-Bretanha e em outros lugares. Em 1968, o gênero soul music começou a se fragmentar. Alguns artistas de soul desenvolveram o funk, enquanto outros cantores e grupos desenvolveram variedades mais escuras, mais sofisticadas e, em alguns casos, mais politicamente conscientes. No início da década de 1970, a música soul havia sido influenciada pelo rock psicodélico e outros gêneros, levando ao soul psicodélico. Os Estados Unidos assistiram ao desenvolvimento do neo soul por volta de 1994. Existem também vários outros subgêneros e ramificações da soul music.

    Os principais subgêneros do soul incluem o estilo Detroit (Motown), um estilo mais pop e rítmico; deep soul e Southern soul, estilos de soul energéticos e energéticos, combinando R&B com sons de música gospel do sul; Soul de Memphis, um estilo brilhante e sensual; New Orleans soul, que saiu do estilo rhythm and blues; Soul de Chicago, um som mais leve influenciado pelo gospel; Soul da Filadélfia, um som orquestral exuberante com vocais inspirados em doo-wop; soul psicodélico, uma mistura de rock psicodélico e soul music; bem como categorias como blue-eyed soul, que é a soul music executada por artistas brancos; Soul britânico; e Northern soul, música soul rara tocada por DJs em boates no norte da Inglaterra.

  9. Fb
  10. #6 Fechar a publicação
    Senior Member
    Data de afiliação
    Feb 2019
    Postagens
    256
    Pagamentos acumulados
    49.00 USD
    Obrigado
    5
    Agradecimentos 143 Tempos em 88 Postagens
    No Brasil, grupos de muito sucesso, a maioria em atividade até hoje, foram Legião Urbana, Barão Vermelho, Capital Inicial, Paralamas do Sucesso, Titãs, RPM, Plebe Rude, entre outros.

    Viva o rock brasileiro

+ Responder ao Tópico

Permissões de postagens

  • You may not post new threads
  • You may not post replies
  • You may not post attachments
  • You may not edit your posts