Bayerische Motoren Werke AG (abreviatura BMW AG, em português: Fábrica de Motores da Baviera) é uma empresa alemã, fabricante de automóveis e motocicletas, sediada em Munique, Baviera. A peculiaridade da empresa é que ela segue uma estratégia de marca premium puro: desenvolve, fabrica e comercializa seus produtos sob as marcas Mini, Rolls-Royce Motor Cars e BMW.

As raízes da BMW estão ligadas a Karl Rapp e Gustav Otto. Em 1917, a empresa Rapp Motorenwerke Byertoren Werke GmbH, Aktiengesellschaft AG. Em 1916, a empresa Flugmaschinenfabrik Gustav Otto foi incorporada à Bayerische Flugzeug-Werke AG (BFW) a pedido do governo. A BMW AG posteriormente transferiu suas operações de construção de motores – incluindo a empresa e os nomes da marca – para a BMW, em 1922. A data de fundação da BMW, 7 de março de 1916, entrou para a história como a data de nascimento da Bayerische Motoren Werke AG.

Inicialmente a Bayerische Motoren Werke AG foi fundada com o intuito de produzir motores para aviões, mas após a Primeira Guerra Mundial, devido ao Tratado de Versailles, foi proibida de construí-los. Por esse motivo chegou a produzir motocicletas, e mais tarde dedicou-se à fabricação de automóveis. Até há pouco tempo a própria BMW dizia que o seu símbolo representa uma hélice de avião a girar juntamente com o símbolo da Baviera, mas em descobertas recentes, a BMW alterou a sua versão sendo o azul/branco proveniente de uma antiga bandeira da Baviera. O símbolo BMW foi estampado na carroceria de um carro pela primeira vez em 1928.

A BMW historicamente, sempre esteve envolvida nos desportos motorizados, inicialmente nas motocicletas e posteriormente nos automóveis. Durante a 2.ª Guerra Mundial, a BMW usou cerca de 30 mil trabalhadores forçados em sua fábrica, utilizados na produção de veículos terrestres e motores para os aviões da Luftwaffe.

A BMW hoje é dona também das marcas Mini e Rolls-Royce Motor Cars e anteriormente também da Land Rover, o atual Range Rover foi desenvolvido em grande parte pela marca germânica. Hoje a Land-Rover pertence ao grupo indiano Tata. Atualmente, o grupo BMW orientou firmemente sua visão para o setor de alto padrão do mercado internacional de automóveis e motos, reunindo quatro marcas: Mini, Rolls-Royce Motor Cars, BMW e BMW Motorrad. O grupo BMW tem atualmente 30 fábricas em 14 países.

Um pacote majoritário das ações da BMW, no valor de mais de 26,5 bilhões de euros (2015), encontra-se em mãos de Stefan Quandt e sua irmã Susanne Klatten, filhos da poderosa família Quandt, de origem holandesa calvinista, que emigrou para a Alemanha em 1700. Foi em 1959 que Herbert Quandt assumiu o controle ao aumentar sua participação na empresa, que atravessava então uma séria crise, evitando assim que ela fosse à falência. Durante a Segunda Guerra Mundial, a empresa usou 50 mil pessoas em trabalho escravo de campos de concentração.

A BMW iniciou investimentos em iniciativas sustentáveis e relacionadas à economia colaborativa. A montadora tem investido em compartilhamento de veículos, com as empresas DriveNow e ReachNow, disponibilizando carros para usuários na Europa e Estados Unidos, respectivamente.

Os nomes dados aos modelos dos carros da BMW seguem um padrão, que indica, em três dígitos, o modelo do carro e sua motorização. Assim, temos como exemplo o BMW 325, que indica um carro da série 3, com motorização 2.5 Litros de cilindrada. Após a adoção dos motores Twin Turbo Power, 2012, esta nomenclatura não indica mais com fidelidade a motorização do modelo, podendo variar. Porém, a regra geral é de que quanto maior a cilindrada do carro, maior são os dígitos. Para as demais séries, como a Z e a X, a empresa adotou outro padrão, sem nenhuma relação com a motorização.

A = transmissão automática
C = coupé
c = cabriolet
d = diesel
e = economia eficiente
g = GNV
h = hidrogênio
i = injeção eletrônica
L = longa distância entre os eixos
M= Esportivo
T = touring
Ti = hatchback
x / XDrive = tração nas quatro rodas
Veículos
Automóveis

Detalhe da parte traseira de um BMW 502.

BMW G16 2019
3/15 - 1927–1932
3/20 - 1932–1934

BMW M536i
303 - 1933–1934
309 - 1934–1936
315 - 1934–1937
319 - 1935–1936
329 - 1937
501 - 1952-1962
502 - 1954-1964
520 - 1972-1976

BMW i8 Roadster
600 – 1957–1959
700 - 1959–1965
Série 02 - 1966-1977
1600 GT (Glas GT) - 1967–1968
Série 8 (E31) – 1989–1999
Série 3 (E36) – 1990–1998
Série 3 (E46) – 1998–2005
Z4 (E85) – 2003–presente
Série 1 (E87) – 2004–presente
Série 3 (E90) – 2005–2011
Série 3 Touring/Sports Wagon (E91) – 2005–presente
Z4 Coupé (E86) – 2006–presente
Série 3 Coupé (E92) – 2006–presente
Série 3 Conversível (E93) – 2007–presente
Série 5 (F10) – 2009
Série 7 (F01) – 2009
Série 7 Longa (F02) – 2009
Série 3 (F30) - 2012-presente
Série 2 (F22/F23) - 2014-presente
Série 2 Active Tourer (F45) - 2014-presente
Série 2 Gran Tourer (F46) - 2015-presente
M1
M2 (Série 2 Motorsport)
M3 (Série 3 Motorsport)
M3 GTR (E46)
M3 (E92)
M5 (Série 5 Motorsport)
M6 (Série 6 Motorsport)
Série 5 (E34)
Série 5 (E28)
Série 5 (E39)
Série 6 (E63/E64)
Série 7 (E65/E66/E67/E68)
CLR 500 RS Lumma
ACS 4 Sport Coupé
Nazca C2 (Protótipo)
i8
X1
Concept Gran Coupé
Compact
i3
328
330Cd
E3
E9
Série 5 (E12)
X6
Z1
Z3
V12 LM (Protótipo)
V12 LMR (Protótipo)
Hydrogen 7 (com motor de combustão interna a hidrogênio)
H2R (com motor de combustão interna a hidrogênio)
Série 3 (E21)
Série 7 (E23)
Série 6 (E24)
Série 3 (E30)
Z8 (E52)
X5 (E53)
X3 (E83)
X5 (E70)
X3 (F25)

Motos

BMW S1000RR

K1200R
BMW S1000RR
A BMW S1000RR é uma motocicleta sport inicialmente fabricada pela BMW Motorrad para competir na temporada de 2009 e 2010 do Campeonato Mundial de Superbike.[7]

BMW K1200R
A K1200R é uma motocicleta naked. Em 2007, a moto K1200R Sport foi lançada, sendo idêntica à K1200R com o acréscimo de uma bolha de dispersão de ar, para melhor condução em longas viagens.[8] Na época de seu lançamento, a BMW aclamava que a K1200R era a moto naked mais forte do mundo. Entretanto, isso não demonstra mais a realidade por conta do lançamento da Suzuki B-King, com seus 184cv de força. A revista britânica RiDE testou ambas as motos e constatou que, apesar do poder extra da Suzuki, a K1200R foi mais rápida na aceleração e manteve 15 km/h a mais de velocidade final.[9]

Em outubro de 2008, foi apresentada para substituir à K1200R, a nova moto K1300R, que inclui um motor de 1293cc capaz de gerar 175cv, e torque de 14,1 kgfm além de um escapamento totalmente redimensionado e mudanças estruturais gerais, fazendo com que o mito gerado sobre esta motocicleta mantenha-se vivo.[10]

Name:  220px-BMW_K_1200_R.jpg
Views: 8
Size:  9.7 KBName:  BMW_S1000_RR_Studio.JPG
Views: 6
Size:  9.7 KBName:  800px-BMW_M536i_(2741370208).jpg
Views: 4
Size:  175.7 KBName:  800px-BMW,_Paris_Motor_Show_2018,_Paris_(1Y7A1380).jpg
Views: 5
Size:  114.9 KB