photo
+ Responder ao Tópico
Resultados de 1 a 4 de 4

Thread: Esquemas em Pirâmide

  1. #1 Fechar a publicação
    Banned
    Data de afiliação
    Oct 2012
    Local
    Lusitânia
    Postagens
    7,331
    Obrigado
    37
    Agradecimentos 2,917 Tempos em 2,373 Postagens

    Esquemas em Pirâmide


    Esquemas de pirâmide, cadeias de cartas e esquemas de Ponzi


    Um esquema de pirâmide é um sistema fraudulento de fazer dinheiro que requere uma fonte infindável de recrutas para ter sucesso. Os recrutados (a) dão dinheiro aos recrutadores e (b) recrutam novos elementos para lhes darem dinheiro.




    No esquema das cadeias de cartas, o recrutador envia aos novos recrutas uma carta com uma lista de nomes, incluindo o do recrutador no fundo da lista. Os recrutados devem enviar dinheiro ao nome que está no topo e adicionar o seu nome ao fim da lista. O dinheiro apenas é ganho conquistando novos recrutas para a cadeia, adicionando o nome e recrutando outros. Em teoria, o nome de cada chega ao topo de milhões de listas e recebe milhões. Na prática, a maior parte das pessoas não recebe nada. Qualquer um pode quebrar a cadeia, privando os outros da lista de possiveis "ganhos". Mas, mesmo se ninguem quebrar a cadeia, 95% dos que enviam dinheiro não recebem nada.




    Num esquema de Ponzi, as pessoas são recrutados para "investir" e recebem "juros" do seu "investimento" com o dinheiro "investido" pelos recrutados posteriormente (D. Branca diz-lhe alguma coisa?). Eventualmente, os recrutas acabam e a grande maioria dos "investidores" perde tudo.




    Num esquema de pirâmide é pedido ao recruta para dar dinheiro ao recrutador, por exemplo 100. O novo recruta alista, digamos 10 novos, cada um dos quais dá 100. Neste exemplo, o recrutador recebe todo o dinheiro dos seus recrutas. No nosso caso, cada um dá 100 em troca de 900 (100 de cada um dos 10 menos os 100 que deu ao recrutador). Para que ninguem perca dinheiro, o esquema tem de continuar para sempre. Num planeta com um numero limitado de pessoas, mesmo se tão grande como a Terra quase com 6 biliões de potenciais recrutas, os recrutas esgotam-se muito depressa.




    O resultado destes esquemas é inevitável: na melhor hipótese, algumas pessoas safam-se com muito dinheiro, e a maioria perde tudo. De facto, a unica maneira de alguem fazer dinheiro com um esquema destes é se engana outras pessoas a darem-lhe dinheiro com a promessa de conseguir algo em troca quando lhes é impossivel conseguirem algo em troca. Em linguagem corrente, estes esquemas são sempre uma fraude. Enganam para conseguir o dinheiro. É por isso que é ilegal. Não é ilegal por recrutarem pessoas para recrutarem pessoas para recrutarem pessoas. Isso é legal e é feito em muitos negócios. Não é ilegal por envolver dar dinheiro a outras pessoas. São ilegais porque envolve enganar pessoas de modo a levá-las a dar dinheiro. É essa a definição legal de fraude.




    Um esquema de pirâmide tem esse nome devido à forma de pirâmide. Se começasse com um humano no topo e 10 abaixo, e 100 abaixo, e 1000 abaixo, etc, a pirâmide reuniria toda a população da terra em apenas 10 camadas com um homem no topo. A camada de baixo teria mais de 4.5 biliões de pessoas!




    Em resumo, 10 recrutando 10 e em pouco tempo atingimos 10 biliões, bem mais que a população da Terra. Se a população for de 5 biliões e toda a gente participa, temos uma camada inferior de cerca de 90% da população, 4,5 biliões de pessoas. Ou seja, 500 milhões de vencedores e 4,5 biliões de vencidos.




    Claro que as hipóteses de convencer toda d população está para lá da compreensão. Mas eu sou o tipo mais esperto do mundo, e o planeta todo adere ao meu esquema. Se preciso de uma semana para convencer os meus 10 recrutas e que cada um está tão entusiasmado como eu, temos todo o planeta recrutado em 9 semanas.




    Na prática, nenhum esquema funciona tanto tempo. Todos os esquemas morrem quanto os novos recrutas eixam de entrar com dinheiro para pagar os antigos. Haverá sempre quem tope o esquema. Haverá sempre quem pense que "é bom demais para ser verdade". Haverá sempre quem ache que embora 1 a recrutar 10 não parece muito rapidamente os numeros se tornam irrealistas. Basta uma pessoa para parar o esquema, seja desistindo apenas, seja denunciando o esquema à policia.
    É fácil perceber porque estes esquemas são populares: as pessoas são gananciosas. A ganancia turva o raciocinio. Os desejos tornam-se factos. Fazer perguntas é rude e indelicado. Basta um aldrabão para tudo começar a correr.




    Com probabilidades tão altas contra as pessoas porque é que alguem joga nestes esquemas? A ganância é parte da resposta. A maior parte das pessoas não se vê na camada de baixo da pirâmide. Mesmo o mais ganancioso percebe que se estiver perto da camada do fundo não vai conseguir recrutar. Teem de se ver junto ao topo para esperar as imensas vantagens sem esforço que lhe chegarão.




    Para mais, se espero envolver alguem num esquema de piramide, a primeira coisa a fazer é convencê-los de que não é um esquema desses. Podem saber que é ilegal. Ou podem perceber que 90% dos envolvidos perdem. Portanto, digo-lhes que estão a juntar-se a um clube. Dou um nome bonito ao clube, como The Friendly Investors Club(FIC). Asseguro que o FIC está aprovado e é legal. Se fôr bom, os recrutas acreditam em mim. As respeitáveis pessoas passam a informação a outros. Se fôr mesmo bom, convenco-os de que estão a aderir a um clube legitimo e lucrativo, e que os ganhos não estão sujeitos a impostos. Convenco-os de que, para efeitos legais, estão estão a dar dinheiro, e outros lhes darão dinheiro a eles.




    Bem, se os esquemas de piramide são um mau investimento, que tal as cadeias de cartas? O principio é basicamente o mesmo, excepto que com as cartas, não tem de se iludir tanto como com as pirâmides. Provavelmente sabe que este esquema depende de enganar os amigos convencendo-os a dar dinheiro a estranhos com a promessa de receberem muito mais de outros estranhos. Recebe uma carta com uma lista de nomes. Deve mandar dinheiro ao nome de cima, apagá-lo e juntar o seu nome no fundo, e recrutar 5 ou 10 pessoas para fazerem o mesmo enviando a carta com o seu nome no fundo.


    Um esquema de Ponzi, nomeado por Charles Ponzi que defraudou pessoas nos anos vinte usando o método, envolve convencer pessoas a investir em algo com uma taxa de retorno garantida e usando o dinheiro dos que chegam mais tarde para pagar aos primeiros. Quem ganha dinheiro? Os que começam e os que chegam primeiro. Alguem faz mesmo dinheiro? Devem fazer ou não haveria tantos esquemas. Como? Se começo o esquema, pago o suficiente a algumas pessoas para parecer que funciona, mesmo se é preciso comprar no fundo. Posso ser suficientemente estupido para pensar que consigo mantê-lo sem novos recrutas. Posso tentar arranjar dinheiro depressa. Posso jogar no Totoloto e esperar ganhar.


    Não sei quantas pessoas perderam dinheiro "investindo" nestes esquemas, mas nada como o que aconteceu na Roménia em 1993 ou na Albânia em 1997. Milhares de pessoas perderam dinheiro em esquemas de pirâmide. Os jornais romenos afirmaram que milhões de pessoas perderam as poupanças num esquema chamado Caritas.Qualquer esquema está condenado porque exige uma fila infinita de "investidores." A unica coisa infinita é ganancia e auto-ilusão. Fonte - http://brazil.skepdic.com/piramide.html


    Though trading on financial markets involves high risk, it can still generate extra income in case you apply the right approach. By choosing a reliable broker such as InstaForex you get access to the international financial markets and open your way towards financial independence. You can sign up here.


  2. #2 Fechar a publicação
    Banned
    Data de afiliação
    Oct 2012
    Local
    Lusitânia
    Postagens
    7,331
    Obrigado
    37
    Agradecimentos 2,917 Tempos em 2,373 Postagens


    Português investigado por burla piramidal a milhões de pessoas

    A justiça espanhola está a investigar o português Rui Pires Salvador por alegadamente ter burlado centenas de milhares de pessoas num esquema piramidal que ascende a mais de mil milhões de euros, disse à Lusa um representante dos lesados.


    "Temos dados provisionais que nos indicam que existem entre 1,8 e 3 milhões de pessoas afetadas em todo o Mundo. Só em Espanha serão cerca de 250 mil pessoas", disse à agência Lusa Antonio José García Cabrera, responsável jurídico do escritório Lemat Advogados, que representa até ao momento 500 pessoas.
    Estas pessoas alegam que puseram dinheiro na empresa de Rui Pires Salvador, a LibertaGia, para poderem aceder a um serviço remunerado a 350% por ano. Segundo a empresa, apenas tinham de aceder a determinadas páginas e ver anúncios na Internet.


    "A empresa atribuía determinadas tarefas às pessoas: aceder a determinadas páginas para que as marcas melhorassem o seu posicionamento nos motores de busca [Google, Bing, Yahoo] e a sua imagem na Internet, através do grande aumento do número de visitas. Em troca desse acesso recebiam uma contrapartida", explicou o advogado García Cabrera.
    Teoricamente, a remuneração seria contabilizada online. "As pessoas tinham um balanço online, como se fosse uma conta bancária, e, por cada acesso que faziam, em teoria receberiam uma remuneração", acrescentou.
    O português Rui Pires Salvador dizia aos "investidores" que o dinheiro que iriam receber por esse serviço provinha dos anunciantes.
    Mas a LibertaGia, alegam os queixosos, nunca pagou qualquer verba à maioria destes "investidores".


    "Quando começaram a não receber, a empresa LibertaGia começou a compensá-los com a possibilidade de trazerem novos associados. Ou seja, a empresa dizia que as pessoas receberiam o que tinham em dívida cobrando aos novos associados que trouxessem. Era uma estrutura piramidal", salientou o advogado.
    Os dados na posse da Lemat Advogados, escritório baseado em Granada, indicam dois tipos de verbas em falta: entre 27,3 e 45,5 milhões de euros em dinheiro pago pelas pessoas à LibertaGia para poderem entrar no serviço.


    "E depois há cerca de 1.079 milhões de euros em dívida da empresa às pessoas. Este valor não é o do investimento que as pessoas fizeram, mas sim o trabalho, a remuneração que deveriam ter recebido e não foi paga", explicou García Cabrera.


    Este caso foi avançado no fim de semama pelo jornal El País, que dá conta que a empresa de Rui Pires Salvador está sediada no paraíso fiscal das Bahamas.
    O advogado contou à Lusa que a plataforma de 500 lesados é composta, na sua maioria, por espanhóis, mas que também agrega pessoas de países como Rússia, Colômbia, Estados Unidos, Peru, Chipre, Alemanha, Itália, Argentina, Bolívia, Angola, Nicarágua, China, Lituânia, Canadá, México, Ucrânia e Panamá.
    Dinheiro Digital com Lusa

    Though trading on financial markets involves high risk, it can still generate extra income in case you apply the right approach. By choosing a reliable broker such as InstaForex you get access to the international financial markets and open your way towards financial independence. You can sign up here.


  3. #3 Fechar a publicação
    Banned
    Data de afiliação
    Dec 2012
    Local
    Portugal
    Postagens
    10,737
    Obrigado
    43
    Agradecimentos 2,921 Tempos em 2,478 Postagens



    A Procuradoria-Geral da República disse à Lusa que o Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) vai «instaurar um inquérito» relativamente à LibertaGia, empresa presidida por um português, que opera um alegado esquema fraudulento em pirâmide.

    «Face à factualidade noticiada, foi determinada a transmissão das notícias publicadas ao DIAP de Lisboa para instauração de inquérito», respondeu a Procuradoria-Geral da República à agência Lusa, sem adiantar mais pormenores, depois de questionada sobre se estava a decorrer um inquérito pelo Ministério Público à atividade da LibertaGia, após a Polícia Judiciária ter confirmado uma investigação.

    A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar a LibertaGia, uma empresa que opera um alegado esquema fraudulento em pirâmide e cujo presidente, Rui Pires Salvador, está já sob a mira das autoridades espanholas, disse (ontem) à Lusa fonte oficial da PJ.
    Diário Digital / Lusa

    Though trading on financial markets involves high risk, it can still generate extra income in case you apply the right approach. By choosing a reliable broker such as InstaForex you get access to the international financial markets and open your way towards financial independence. You can sign up here.


  4. #4 Fechar a publicação
    Banned
    Data de afiliação
    Dec 2012
    Local
    Portugal
    Postagens
    10,737
    Obrigado
    43
    Agradecimentos 2,921 Tempos em 2,478 Postagens


    Polícia Judiciária confirma investigação à empresa LibertaGia

    A Polícia Judiciária está a investigar a LibertaGia, uma empresa que opera um alegado esquema fraudulento em pirâmide e cujo presidente, Rui Pires Salvador, está já sob a mira das autoridades espanholas.


    «Deu entrada recentemente um processo que se encontra em investigação sobre o qual não é possível prestar esclarecimentos», disse hoje a Polícia Judiciária em resposta à Agência Lusa.
    Também a associação de defesa de consumidores Deco adiantou à Lusa ter recebido dezenas de queixas de pessoas que se sentiram lesadas pela empresa, que promete um serviço remunerado a 350% por ano.
    Dinheiro Digital / Lusa

    Though trading on financial markets involves high risk, it can still generate extra income in case you apply the right approach. By choosing a reliable broker such as InstaForex you get access to the international financial markets and open your way towards financial independence. You can sign up here.


+ Responder ao Tópico

Assine este tópico (1)

Permissões de postagens

  • You may not post new threads
  • You may not post replies
  • You may not post attachments
  • You may not edit your posts