photo
+ Responder ao Tópico
Resultados de 1 a 1 de 1

Thread: Dicas para diversificar seu portfólio

  1. #1 Fechar a publicação
    Junior Member
    Data de afiliação
    Jan 2022
    Postagens
    7
    Obrigado
    0
    Agradecimentos 0 Tempos em 0 Postagens
    AssinarAssinar
    subscritar: 0

    Dicas para diversificar seu portfólio

    Dicas para diversificar seu portfólio
    Os investidores são alertados para nunca colocar todos os seus ovos (investimentos) em uma cesta (título ou mercado), que é a tese central sobre a qual repousa o conceito de diversificação.
    Para obter uma carteira diversificada, procure classes de ativos que tenham correlações baixas ou negativas de forma que, se uma se mover para baixo, a outra tenda a neutralizá-la.
    ETFs e fundos mútuos são maneiras fáceis de selecionar classes de ativos que diversificarão seu portfólio, mas é preciso estar ciente dos custos ocultos e das comissões de negociação.
    O que é diversificação?
    A diversificação é um grito de guerra para muitos planejadores financeiros, gestores de fundos e investidores individuais. É uma estratégia de gestão que mescla diferentes investimentos em um único portfólio. A ideia por trás da diversificação é que uma variedade de investimentos produzirá um retorno maior. Também sugere que os investidores enfrentarão um risco menor investindo em veículos diferentes.
    5 maneiras de ajudar a diversificar seu portfólio e sinais de negociação
    A diversificação não é um conceito novo. Com o luxo da retrospectiva, podemos sentar e criticar as oscilações e reações dos mercados quando eles começaram a tropeçar durante o crash das pontocom e novamente durante a Grande Recessão.
    Aqui estão cinco dicas para ajudá-lo com a diversificação:
    1. Divulgue a riqueza
    As ações podem ser maravilhosas, mas não coloque todo o seu dinheiro em uma ação ou setor. Considere a criação de seu próprio fundo mútuo virtual, investindo em um punhado de empresas que você conhece, confia e até mesmo usa no dia-a-dia.
    Mas as ações não são apenas a única coisa a se considerar. Você também pode investir em commodities, fundos negociados em bolsa (ETFs) e fundos de investimento imobiliário (REITs). E não se limite apenas à sua própria base. Pense além disso e torne-se global. Dessa forma, você distribuirá o risco, o que pode levar a recompensas maiores.
    As pessoas argumentarão que investir no que você conhece deixará o investidor médio voltado para o varejo, mas conhecer uma empresa, ou usar seus bens e serviços, pode ser uma abordagem saudável e íntegra para esse setor.
    Ainda assim, não caia na armadilha de ir longe demais. Certifique-se de manter um portfólio gerenciável. Não faz sentido investir em 100 veículos diferentes quando você realmente não tem tempo ou recursos para acompanhar. Tente limitar-se a cerca de 20 a 30 investimentos diferentes.
    2. Considere fundos de índices ou obrigações
    Você pode querer adicionar fundos de índice ou fundos de renda fixa ao mix. Investir em títulos que acompanham vários índices é um excelente investimento de diversificação de longo prazo para seu portfólio. Ao adicionar algumas soluções de renda fixa, você está protegendo ainda mais seu portfólio contra a volatilidade e a incerteza do mercado. Esses fundos tentam se equiparar ao desempenho de índices amplos, então, ao invés de investir em um setor específico, eles tentam refletir o valor do mercado de títulos.

    Esses fundos costumam vir com taxas baixas, o que é outro bônus. Isso significa mais dinheiro no bolso. Os custos de gerenciamento e operação são mínimos devido ao que é necessário para administrar esses fundos.

    Uma desvantagem potencial dos fundos de índice é sua natureza gerida de forma passiva. Embora o investimento automático seja geralmente barato, pode ser abaixo do ideal em mercados ineficientes. A gestão ativa pode ser muito benéfica em mercados de renda fixa, especialmente durante períodos econômicos desafiadores.

    3. Continue construindo seu portfólio
    Adicione aos seus investimentos regularmente. Se você tem $ 10.000 para investir, use a média de custo em dólar. Essa abordagem é usada para ajudar a suavizar os picos e vales criados pela volatilidade do mercado. A ideia por trás dessa estratégia é reduzir o risco de investimento investindo a mesma quantia de dinheiro durante um período de tempo.

    Com a média do custo em dólar, você investe dinheiro regularmente em um portfólio específico de títulos. Usando essa estratégia, você comprará mais ações quando os preços estiverem baixos e menos quando os preços estiverem altos.

    4. Saiba quando sair
    Comprar e manter e calcular a média do custo em dólares são estratégias sólidas. Mas só porque você investiu no piloto automático, não significa que deve ignorar as forças em ação.

    Fique atualizado com seus investimentos e fique a par de quaisquer mudanças nas condições gerais do mercado. Você vai querer saber o que está acontecendo com as empresas nas quais você investe. Fazendo isso, você também será capaz de dizer quando é o momento de cortar suas perdas, vender e passar para seu próximo investimento.

    5. Fique de olho nas comissões
    Last edited by janilson; 06-01-2022 at 09:23 PM.

+ Responder ao Tópico

Permissões de postagens

  • You may not post new threads
  • You may not post replies
  • You may not post attachments
  • You may not edit your posts